Horta Municipal auxilia no abastecimento à rede pública

Cerca de 2.100 mudas entre verduras, legumes e hortaliças estão sendo plantadas

Porto Real

As mudas de verduras, legumes e hortaliças que são plantadas durante todo o ano na Horta Municipal têm destino certo. A maioria é enviada ao Hospital Municipal São Francisco de Assis e para as escolas municipais e compõem uma dieta saudável e balanceada, organizada por nutricionista dos locais. A população também pode ter acesso às mudas. A Horta funciona de segunda a sexta-feira, em horário comercial, no Centro.

Segundo o diretor de Serviços Urbanos, Sebastião Camilo de Oliveira, a horta funciona há cerca de 10 anos na cidade e o plantio realizado recentemente foi de alface, couve, cebola, mostarda, abóbora e mandioca. “Dependemos muito do clima para que o plantio tenha êxito, mas mesmo quando não há plantio, adubamos ou capinamos o terreno, preparando a terra. Nas épocas do outono e inverno o plantio de verduras é mais favorável”, explica o diretor.

Cerca de 2.100 mudas foram plantadas recentemente. Uma média de 500 kg de mandioca deve ser colhida nos próximos meses. Já o plantio e colheita de verduras como alface e couve são rotativos. Árvores de acerola, ameixa, abil, banana e goiaba são fixas. “Em média plantamos e colhemos pés de alface e almeirão a cada 15 dias, para sempre termos. Há uns dez dias plantamos 1.200 pés de couve, 100 de cebola, 20 de abóbora e 20 de jiló; e 800 cabeças de alface e 400 de mostarda”, enumera o auxiliar de Serviços Urbanos, Anderson Paulo da Silva.

Sebastião ainda acrescenta que existe época certa para cada safra. “Quando há muita precipitação (chuva) plantamos quiabo e couve, no outono e inverno, que são as melhores épocas para o plantio, cultivamos alface, mostarda, repolho e cebola, já no verão a alface também é semeada, abobrinha, jiló e mandioca são plantados durante todo o ano”, explica.

Segundo a prefeita Cida investir em agricultura é promover o bem-estar da população. “Agricultura é a promoção e a valorização dos costumes que construíram e fizeram a história de nossa cidade. Estamos, assim, zelando pela saúde e bem-estar da população. É importante dar valor ao homem do campo, pois sem ele nenhum de nós sobreviveria. É através do suor do trabalho dessa gente que conseguimos ter mais qualidade de vida e hábitos mais saudáveis de alimentação”, declarou.

Deixe um comentário