Avenida Dom Pedro II terá alteração viária

Trecho de 600 metros será de mão única

A secretaria de Obras, Urbanismo e Infraestrutura realizou uma audiência pública com a participação da população e de empresários que exercem atividades na Avenida Dom Pedro II, considerada a principal avenida da cidade. Cerca de 600 metros da via terão o fluxo alterado para mão única. O trecho compreendido entre a esquina da Rua Professora Dona Betina com a Rua Professora Júlia Graciani Marassi, até a altura do cruzamento com a Rua Estevam Domingos Pederassi será o espaço alterado.

“É uma mudança extremamente necessária. A preocupação com essa questão realmente deve ser urgente. Precisamos enfatizar que são melhorias necessárias para o andamento do trânsito no município”, ressaltou o empresário, Gustavo Cianelli.

O arquiteto da secretaria de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, Denys Alves Pio, explicou como se deu o diagnóstico que resultou na alteração do trânsito da via. “Estamos atendendo uma demanda levantada pela própria população, e, principalmente baseada nas diretrizes do Plano Diretor Municipal. A partir desse estudo, levantamos uma solução que atendesse à coletividade, garantindo melhorias significativas com relação, sobretudo, à segurança no trânsito”.

“Com a discussão promovida, conseguimos buscar uma melhor alternativa para garantir a solução viária adequada. Projetar o trânsito no momento atual é dar importância ao aumento do fluxo de veículos, que deverá crescer gradativamente no município”, disse o diretor de Trânsito, Iran Pereira.

O secretário de Ordem Pública, Aloísio Rocha Júnior, destacou que a educação ainda é a melhor alternativa para a melhoria da segurança no trânsito. “Recentemente o trânsito foi municipalizado. Vamos promover uma campanha intensiva de orientação quanto às leis de trânsito. Precisamos contar com o apoio da população para que a legislação seja cumprida. A Avenida Dom Pedro II é o principal centro financeiro do município e merecia essa atenção especial”.

“Nosso objetivo é atender melhor os usuários dessa avenida, que é o principal centro comercial da cidade. Precisamos garantir maior segurança no trânsito, tanto dos motoristas, quanto dos pedestres e ciclistas. Vamos dotar a via com toda sinalização necessária, parada e recuo para os ônibus, ciclovias, estacionamento e pontos para carga e descarga. Estamos em fase de levantamento de custos, em seguida, vem o processo licitatório. Essas mudanças vão acontecer ainda no segundo semestre deste ano”, elucidou o secretário de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, Norival Diniz.

A prefeita Cida compareceu à audiência e reafirmou o compromisso com o desenvolvimento de Porto Real. “A participação de todos nesse processo é fundamental. Queremos o melhor para nossa cidade. Providenciar essas mudanças é realizar melhorias que afetarão o desenvolvimento, econômico, social e também da ordem urbana da cidade. Vamos caminhar para realizar as melhorias que se tornarem e que ainda são necessárias”.

Deixe um comentário