Programa Consultório na Rua passa a contar com médico e van

O Programa Consultório na Rua, que tem como objetivo reduzir os danos causados pelo uso de álcool e drogas, passou a contar nesta semana com um médico, que vai atuar junto com a equipe nos bairros, realizando atendimento e encaminhamento. Neste mês, o programa recebeu também uma van, comprada com recursos do governo municipal.

– Isso mostra que, apesar do momento de queda de arrecadação, a Prefeitura continua investindo na saúde – destacou o prefeito José Rechuan.

O programa realiza a abordagem de usuários de drogas nas ruas de 14 bairros de Resende, nos locais de maior vulnerabilidade social. O foco do trabalho é reduzir os danos causados pelo uso do álcool e drogas e encaminhá-los para serviços da rede municipal.

– O Consultório é um programa de acesso a outros serviços, como as unidades do Programa Saúde da Família e do CRAS (Centro de Referência em Assistência Social). Por isso, atendemos não só os usuários de drogas, como outras pessoas em situação de vulnerabilidade social – explicou a coordenadora do programa, Thais dos Santos Carvalho.

Nas visitas, além dos encaminhamentos, o programa oferece vacinação, coleta de escarro para exame de tuberculose, distribuição de preservativos, de pasta d’água, de protetor solar e labial e de lanche, aferição de pressão e teste da glicemia capilar (que verifica nível de glicose no sangue para detecção de diabetes). Atualmente, são 95 usuários cadastrados.

O programa recebe R$ 22 mil por mês do Ministério da Saúde para custeio, valor que deve passar para R$ 35 mil com a contratação do médico.

O Consultório de Rua conta agora com dois enfermeiros, dois assistentes sociais, um psicólogo, um médico, duas redutoras de danos e dois agentes socioculturais e desportivos.

Deixe um comentário