Porto Real foi palco de vários eventos este fim de semana

O 1°Encontro Nacional de Motociclistas do Porto Real Moto Clube que aconteceu neste final de semana, reuniu cerca de 5 mil pessoas e atraiu motociclistas de diversas cidades e estados do país. O evento contou com várias atrações nos três dias de festa, como motociata e apresentação de shows de rock com bandas regionais e distribuição de brindes. Além da prefeita Cida, marcaram presença na ocasião os também membros do clube de motociclistas da cidade, vice-prefeito, José Roberto Pereira da Silva, os secretários de Administração e Fazenda, Flávio Marinheiro, de Obras e Infraestrutura, Norival Diniz e a de Ação Social e Habitação, Laura Rezende e Jorge Serfiotis, representando o deputado federal Alexandre Serfiotis.

Segundo o presidente do Porto Real Moto Clube, Ronilson da Rocha Ribeiro, o evento contou com integrantes de motoclubes de diversos estados. “Mais de 50 clubes de motociclistas de todas as partes do Brasil compareceram ao evento. O encontro teve a participação de pessoas do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Nosso principal objetivo é promover a integração entre os participantes dos motoclubes, trazendo mais visibilidade para o turismo, comércio e hotelaria do município de Porto Real”, explicou Ronilson.

O vice-prefeito e secretário de Educação, José Roberto Pereira da Silva, esteve presente no encontro de motociclistas. “A participação regional em eventos da cidade, só agrega ao desenvolvimento do município. Gostaria de agradecer a todos os conselheiros do Porto Real Moto Clube, pela dedicação e empenho. Meu muito obrigado também à prefeita Cida, que contribuiu muito para a realização de cada um dos eventos”.

Outra atração que movimentou o fim de semana foi o projeto Uma Banda na Praça, realizado no Horto Municipal. A solenidade reuniu cerca de 500 participantes dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, músicos de sete bandas. O projeto teve apresentação também da Banda Municipal de Porto Real.

“O projeto, sem caráter competitivo, visa evidenciar a importância do impacto sociocultural promovido pela música na comunidade. Pretendemos estimular a participação dos jovens, buscando a manutenção da manifestação cultural” destacou o maestro responsável pela Banda de Porto Real, Flávio Silva Celso. 

No sábado (27) Porto Real sediou a Jornada Fluminense de Educação e Autismo em comemoração aos 10 anos do MOAB – Movimento Orgulho Autista Brasil. Estiveram presentes a prefeita Cida, o secretário de Educação, José Roberto Pereira da Silva, os vereadores Bianca Diniz e Paulo César e o deputado federal Alexandre Serfiotis.

“Porto Real caminha para ser referência nos cuidados com o autista. Farei tudo que for possível para trazer para o município um centro de referência do autista. Afinal aqui temos 22 casos diagnosticados que merecem toda a atenção”, falou o deputado.

O evento foi organizado pela equipe de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação em parceria com o MOAB e contou com a presença de renomados palestrantes: o Professor Fabrício Borges, a Fonoaudióloga Mônica Accioly e a Professora Izabel Moura.

“Ao sediar essa Jornada tivemos a oportunidade de aprender com especialistas da área conhecimentos que muito contribuirão para nossas práticas e ações no cotidiano escolar e para a melhoria do atendimento aos nossos alunos com autismo”, considerou a assessora de Educação Especial, Márcia Carrara.

“Destaco a importante participação regional dos profissionais que trabalham diariamente com alunos com necessidades especiais, particularmente o autismo, dos palestrantes renomados, que abrilhantaram a Jornada Fluminense de Educação e Autismo. Não poderia deixar de agradecer à prefeita Cida que nos deu todas as condições e não mediu esforços para que realizássemos a Jornada Fluminense de Educação e Autismo.  Desta maneira o município está caminhando para uma educação de excelência, com promoção da cultura e qualidade de vida”.

A prefeita Cida falou sobre a importância dos eventos para Porto Real. “Promover eventos que garantam ao cidadão o acesso à cultura, à promoção da integração social e ainda o entretenimento e lazer, é fazer valer os direitos que cabem a cada um. Para o nosso município, com certeza, essas festividades influenciam o desenvolvimento socioeconômico e levam adiante o nome de Porto Real, abrilhantando e prestigiando a cidade”, concluiu Cida.

Deixe um comentário