Prefeita entrega Casa do Produtor Rural e Pórtico Municipal

Produtores rurais exaltaram trabalho da prefeitura

A prefeita Cida entregou à população a Casa do Produtor Rural e o Pórtico Municipal. Essas são mais duas conquistas relevantes no que se refere ao apoio ao agricultor e pecuarista, bem como à Ordem Pública do município. Secretários municipais e vereadores também compareceram às solenidades. O representante da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, foi o engenheiro agrônomo, Marcos Alexandre da Silva.

O senhor Hidetsugu Fugino, o Bóia, 73 anos, contou como a Casa do Produtor Rural é importante para o desenvolvimento do município. “Eu planto desde 1958 em Porto Real. Muitos pequenos produtores não possuem maquinário necessário para o trabalho. O apoio técnico da prefeitura é uma verdadeira valorização dessa profissão, que é verdadeiramente sagrada”.

“Nosso trabalho é uma luta diária contra o mau tempo, as pragas e outras dificuldades, constantemente. Ajudar o produtor rural é dar importância à própria sobrevivência”, considerou o agricultor Evangelista José de Macedo, 58 anos.

André Corrêa de Sá é técnico agrícola. Ele responde pela produção do viveiro de mudas da Casa do Produtor Rural. “Temos 45 espécies de mudas diferentes e cada produtor pode levar 15. Damos assistência com doações de sementes e mudas e fornecemos apoio técnico sobre plantio e análise de solo, orientações sobre pragas e outros fatores. Além disso, oferecemos suporte técnico com maquinários para arar, gradear e plantar, incentivando o produtor rural”.

“Outra assistência prestada é a vacinação de gados. Estamos vacinando até o fim de novembro contra brucelose, febre aftosa e raiva. É necessário agendamento e cadastro junto à Casa do Produtor Rural”, explicou o assessor Ilton Fernandes.

 “Ficamos comovidos com a atitude em beneficiar o produtor rural nesse período de crise no país. Estamos em um momento difícil, mas esses profissionais não podem deixar de ser assistidos. O município de Porto Real é um grande destaque em vacinação de equinos e bovinos. Esse apoio técnico que será dado pela Casa do Produtor Rural é realmente fundamental”, destacou o engenheiro agrônomo da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Marcos Alexandre da Silva.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, disse que a Casa do Produtor Rural, é um resgate de raízes. “É um resgate histórico de nossas raízes econômicas, antes da industrialização. A prefeita Cida foi muito feliz em ter essa sensibilidade em atender essa necessidade da população”.

O pórtico recebeu o nome de Pórtico Municipal Prefeito José Marco Pineschi. A filha do ex-prefeito de Resende, Kátia Pineschi, foi homenageada durante a cerimônia. “Agradeço pelo reconhecimento do Poder Público em nome de tudo que meu pai fez pelo município”.

Durante a entrega do Pórtico Municipal, o secretário de Ordem Pública, José Antônio dos Santos, reforçou a importância da atuação dos Guardas Civis Municipais (GCM’s), que se  formaram durante a solenidade. “Realizamos rotineiramente um trabalho preventivo, com muita luta e de maneira intensiva. Sempre estamos em atuação e constante atualização profissional através da Guarda Municipal, Defesa Civil e Diretoria de Trânsito”.

“Temos uma origem desbravadora junto à colonização italiana. O resgate de nossas raízes, através da valorização da agropecuária, bem como a preocupação com o crescimento e desenvolvimento são fatores de extrema importância para Porto Real. Temos orgulho em homenagear o saudoso José Pineschi pela dignidade e seriedade do trabalho desenvolvido à época em que a administração política era feita por ele. A homenagem é mais que merecida”, destacou o secretário de Obras, Urbanismo e Infraestrutura, Norival Diniz.

A prefeita Cida disse que é preciso impulsionar a economia do município com alternativas além da industrialização. “Agradeço por todos que dedicam a esse trabalho contínuo em benefício da economia de nosso município. É preciso haver uma melhor conscientização sobre o exercício de valorização dessas categorias que são de extrema relevância econômica”.