Serfiotis anuncia liberação de R$650 mil para a saúde de Itatiaia e Barra do Piraí

O deputado federal Alexandre Serfiotis (PMDB-RJ) informou, no início desta semana, a
liberação de recursos federais para serem aplicados na área da saúde dos municípios de Itatiaia e
Barra do Piraí.
No caso da primeira cidade, o valor é de R$448.630,00 e refere-se a uma indicação do
deputado ao relator do Orçamento da União de 2015. O repasse foi depositado na conta do Fundo
Municipal de Saúde no último dia 17 e será destinado à aquisição de equipamentos e material
permanente para o Hospital Municipal Maternidade Dr. Manoel Martins de Barros. “Após aprovada a
indicação, iniciamos incessante gestão junto ao Ministério da Saúde para que o recurso fosse
empenhado e posteriormente liberado. Sem dúvida, uma conquista que vai contribuir para que
investimentos possam ser realizados no hospital, beneficiando diretamente a população que utiliza
de seus serviços”, informou.
Barra do Piraí, por sua vez, foi contemplada com R$200 mil, resultado de emenda
parlamentar de autoria de Alexandre Serfiotis apresentada ao Orçamento da União de 2016. O
dinheiro foi depositado na conta do Fundo Municipal de Saúde no último dia 15 e vai ser empregado
para custeio de despesas no setor. “Estou muito feliz em ver que tal recurso, oriundo de mais uma
ação do meu mandato, tenha sido liberado para ser investido na área da saúde, no caso específico
de Barra do Piraí. Mais feliz ainda porque será revertido em prol do cidadão, usuário do serviço
público de saúde”, disse.
Alexandre aproveitou para reafirmar seu compromisso de colocar seu mandato em prol da
população fluminense, especialmente da região. “Sou conhecedor da grande necessidade financeira
que existe para a manutenção do serviço público de saúde. A carência de recursos prejudica muito a
oferta de um serviço de qualidade à população. Por isso, tenho procurado contribuir com os
municípios por meio de meu mandato na Câmara dos Deputados, seja fazendo gestão junto ao
Governo Federal, seja por meio da apresentação de emendas parlamentares ao Orçamento da
União”, concluiu.