Serfiotis regulariza pagamento aos servidores

O prefeito de Porto Real, Jorge Serfiotis, anunciou hoje a regularização do pagamento do funcionalismo municipal. A folha salarial da Prefeitura, referente ao mês de janeiro, será quitada integralmente no próximo dia 31 de janeiro, assim como o terço de férias dos professores, que havia ficado pendente em 2016 e o depósito do vale alimentação. “Agora vamos fazer o possível e o impossível para manter em dia e mostrar a importância que o servidor tem para a nossa Prefeitura”, disse Serfiotis, que pretende pagar a folha de fevereiro antes do carnaval ou no máximo até a quarta-feira de cinzas, dia primeiro de março.

O anúncio do pagamento foi feito em reunião com a diretoria do Sindicato dos Funcionários Públicos de Porto Real e de outros servidores concursados. “Vocês são o coração da Prefeitura. Quero vocês dentro do governo, no ajudando a mudar a realidade do município”, convocou o prefeito. Serfiotis lembrou ainda que o funcionalismo de Porto Real ainda hoje tem o melhor salário da regiãoem função de uma política de valorização contínua que implantou em seu primeiro período anterior à frente da Prefeitura, encerrado em 2012.

Para a servidora Glória Santos, presidente do sindicato, o anúncio demostrou respeito com a categoria. “Hoje o sindicato é chamado para conhecer a realidade do município”. O vice-presidente da entidade, o guarda municipal, Alexandre Ferreira, se colocou à disposição para ajudar a gestão a retomar o caminho do desenvolvimento e colocou outras pautas importantes para os servidores. “Futuramente queremos discutir a possibilidade de um instituto próprio de previdência, um assunto muito importante para a categoria”, exemplificou.

Prestadoras de serviço

Nesta quarta-feira, dia 25, a Prefeitura de Porto Real efetuou o pagamento da prestação de serviços das empresas Laquix, Braservice e Espaço. No total foi transferido R$ 1.067 milhão, que permite às empresas realizarem o pagamento integral dos vencimentos de dezembro de seus funcionários. “Nossa prioridade sempre foi normalizar os pagamentos de servidores públicos e das prestadoras de serviço. Em menos de um mês atingimos os dois objetivos, apenas fazendo economia e negociando com os fornecedores”, explica o prefeito Jorge Serfiotis

Segundo Serfiotis, o equilíbrio entre receitas e despesas tem sido tratado como uma condição básica para que o município retome o caminho do desenvolvimento. “É como no orçamento da casa de qualquer cidadão. Quem gasta mais do que pode não consegue realizar o que realmente precisa. Com o pagamento destas pendências de 2016, podemos planejar o nosso governo e começar um novo momento para Porto Real”, afirma o prefeito.

Deixe um comentário