Ação conjunta controla incêndio em Porto Real

Um incêndio com labaredas de até dez metros de altura queimou a vegetação e se alastrou ontem à tarde no Bairro Ettore, em Porto Real. O foco foi controlado pelos agentes da Guarda Municipal, da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros após quatro horas de trabalho. Mais de cinco mil m² foram atingidos nas proximidades da Rua Dona Betina, mas não houve feridos nem danos materiais. Atuaram no controle do fogo dez profissionais, com o apoio de um caminhão pipa, mangueiras, bombadas costais (pulverizadores de água) e abafadores. “Felizmente, conseguimos conter as chamas e evitar que o incêndio tivesse causados maiores problemas à cidade”, conta o chefe da Guarda Municipal, Ronei Soares.

As causas ainda estão sendo investigadas, mas as autoridades acreditam na possibilidade de ação deliberada. “Infelizmente é muito comum a prática de queimar folhagem ou de limpeza de pasto através de queimadas. É preciso que a população tenha consciência que estas ações, além de colocar e risco a vida das pessoas, são crimes ambientais com pena de prisão de um a quatro anos e multa”, informa o diretor de Defesa Civil, Leandro Souza, que reforça a importância do cidadão comunicar às autoridades competentes rapidamente a existência de um foco. Tanto a Defesa Civil, pelo telefone 3353 3537, quanto a Guarda Municipal, pelo telefone 3353-1245 podem ser acionadas.

O incêndio desta segunda-feira é o terceiro em menos de cinco dias na cidade. No sábado, um grande foco foi controlado na região do bairro Colina e outro se alastrou até a linha de trem, no bairro São José. “Apenas alguns dias sem chuva já são suficientes para criar as condições para que o fogo se alastre. Uma simples guimba de cigarro pode causar um transtorno enorme para os moradores”, ressalta Leandro, que registra também a bravura da equipe que tem combatido as chamas.

Deixe um comentário