Alexandre Serfiotis defende que Câmara dos Deputados discuta “jogo” da Baleia Azul

O deputado federal Alexandre Serfiotis subscreveu requerimentos na CSSF (Comissão de Seguridade Social e Família) requerendo a realização de seminário ou audiência pública sobre o “jogo” da baleia azul, uma sequência de tarefas cuja adesão pode levar os participantes ao suicídio. O parlamentar entende que a Câmara dos Deputados precisa estar sempre atenta à dinâmica da sociedade. “As pessoas devem ter percebido, recentemente, que as redes sociais foram tomadas por alusões a esse “jogo”. Mais do que um tema passageiro, a depressão que leva jovens do mundo inteiro a se interessar por este tipo de mensagem é uma doença grave dos tempos modernos”, opina.

O parlamentar destaca que, como médico, sabe da importância da sociedade debater a questão. “Por isso, fiz questão de subscrever requerimentos sobre o assunto, para que tenhamos a oportunidade de discutir a eficiência das políticas públicas de prevenção ao suicídio no meio virtual”, afirma.

– Se persquisarmos na internet encontramos muitas notícias sobre esse “jogo” da Baleia Azul, que refere-se a um suposto fenômeno surgido em uma rede social russa, ligado ao aumento de suicídios de adolescentes. Acredita-se que tenha relação com mais de 100 casos de suicídio pelo mundo, sendo possível verificar a existência de  de feridas auto-infligidas compartilhadas em redes sociais. O termo originalmente “Baleia Azul” refere-se ao fenômeno de baleias encalhadas, supostamente suicidas. Pretendo divulgar os desdobramentos deste assunto, prevenção ao suicídio induzido ou estimulado em ambiente virtual (jogo baleia azul), através de nossas redes sociais.