Prefeito visita Smac e afirma que programas continuarão e passarão por reformulação em Volta Redonda

O prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva, participou na manhã desta quarta-feira, dia 5, de uma reunião com a equipe da Smac (Secretaria Municipal de Ação Comunitária), junto com o vice-prefeito e secretário da pasta, Maycon Abrantes. No encontro foram apresentados os resultados da secretaria nesses primeiros seis meses e os planos para o próximo semestre. O chefe do executivo lembrou que foi criado um grupo de trabalho, com representantes das entidades sociais, para traçar as diretrizes para as políticas públicas na assistência social.

“O grupo foi criado para tratar todas as entidades sociais de uma maneira igualitária e criar as políticas públicas nessa área. Além disso, queremos capacitá-las para que elas dependam cada vez menos do poder público. Pretendemos também retomar a função inicial do NAC (Núcleo de Ação Comunitária”, afirmou o prefeito de Volta Redonda, que ressaltou sobre a importância do diálogo entre a Smac e a secretaria municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, Idosos e Direitos Humanos.

No encontro, Maycon Abrantes divulgou que há R$ 4 milhões que podem ser liberados para os projetos da Smac. Dos quais, 60% seriam de verba carimbada do Governo Federal e o restante (40%) em emendas parlamentares. Diante disso, o prefeito afirmou que irá à Brasília em agosto para conversar com ministros e parlamentares para apresentar os projetos ligados à assistência social.

Em relação aos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), atualmente, Volta Redonda possui 36 unidades e quatro CAM (Centro de Atividades Multiplicas). A equipe técnica da secretaria está estudando a função de cada unidade, de acordo com a demanda das localidades. “Não será fechado nenhum Cras. Eles passarão por uma por uma reformulação para melhor atender a comunidade”, frisou Maycon Abrantes.

Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’

 

Na reunião, os técnicos da secretaria também informaram ao prefeito que já foram selecionadas as 96 famílias que serão beneficiados pelo programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, no bairro Jardim Cidade do Aço. Os requisitos foram estabelecidos pelo Governo Federal. Agora, estão sendo realizada a conferência das informações apresentadas pelas famílias. Em seguida, as que estiverem de fato aptas, receberão o aval para receber a autorização para morar nos apartamentos.

Conferência Municipal da Assistência Social

No dia 27 de julho, das 8h às 17h, no auditório do Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB), será realizada a Conferência Municipal de Assistência Social de Volta Redonda. O evento servirá para construir as políticas públicas e uma preparação para o encontro nacional que ocorrerá em dezembro. Antes do evento, a secretaria realizou sete pré-conferências para mobilizar a população a participar.      

“Temos a oportunidade de reescrever a história de Volta Redonda e fazer a diferença nas comunidades da cidade. Para isso, temos que ter as políticas públicas bem definidas e não fazer apenas o assistencialismo”, disse Samuca Silva, durante a reunião, que continuou: “Queremos movimentar os bairros e criar novas oficinas para nossa população”

Visita nos departamentos

Aproveitando o encontro na Smac, Samuca também visitou a nova sede da secretaria municipal de Cultura, da Coordenadoria da Juventude e do Escritório Gerenciamento de Projetos (EGP). Todos esses setores estão agora no terceiro andar do prédio da Smac (antigo fórum da cidade), na Avenida Lucas Evangelista, no Aterrado.  “É uma forma de economizar e pararmos de pagar aluguéis. Isso faz parte da nossa gestão”, finalizou o prefeito de Volta Redonda.

Deixe um comentário