Alexandre Serfiotis agenda encontro entre vereadores de Resende e superintendente estadual dos Correios

A busca por melhores serviços dos Correios em Resende, com a criação de CEP (Código de Endereçamento Postal) para ruas da cidade que ainda não possuem essa identificação e instalação de duas Agências de Correios Comunitárias para atender a distritos do município foram questões repassadas pelo vereador resendense Tiago Forastieri quando esteve no gabinete do deputado federal Alexandre Serfiotis, em Brasília. Imediatamente, o parlamentar esteve com o vereador na presidência do órgão e agendou uma visita técnica à cidade, que aconteceu nesta sexta-feira (14/7), quando o superintendente estadual de Operação dos Correios, Cléber Isaías, e o gerente de Distribuição Estadual, André Ricardo, estiveram na Câmara Municipal para conversar com os vereadores Tiago Forastieri, Tisga, Soraia Balieiro, Sandro Ritton e a assessoria do vereador Reginaldo Engenheiro Passos.

A dificuldade de moradores em receber correspondência, contratar serviço de TV a cabo e de telefone, entre outros, por conta da falta de CEP, foram temas discutidos durante o encontro. Os vereadores questionaram a falta de infraestrutura dos Correios para atender a população de localidades situadas na zona rural do município, como Fumaça, Vargem Grande e Capelinha. Cléber Isaías disse que cabe à prefeitura manter os Correios informados sobre mudanças nos nomes das ruas das cidades e a numeração dos imóveis.

– Essas informações são fundamentais para que possamos manter atualizados os bancos de dados da empresa. Quanto à abertura de agências comunitárias, distritos com mais de 500 moradores podem receber esse tipo de unidade, desde que seja firmado um convênio com a Prefeitura – informa o superintendente estadual de Operação dos Correios.

Isaías lembrou o interesse da empresa em deixar o imóvel da Praça da Concórdia, no Centro, mudando a Agência para outro local. “Precisamos de instalações mais funcionais, com um centro de distribuição mais adequado para a armazenagem e também para a chegada e saída de correspondências e encomendas”, disse. Segundo ele,  a  mudança vai significar melhoria da qualidade dos serviços prestados.

O encontro foi encerrado com a promessa do vereador Forastieri de criar uma comissão da Câmara. “O objetivo é estreitar os laços entre a Casa, o governo municipal e os Correios. A troca de informação sobre a denominação de ruas e a tomada de providências que contribuam para a abertura de novas AGCs e a maior eficiência dos serviços prestados pela empresa na cidade”, concluiu.

 

Superintendente em Porto Real

O superintendente estadual de Operação dos Correios, Cléber Isaías, e o gerente de Distribuição Estadual, André Ricardo, estiveram em Porto Real, em visita técnica também agendada pelo deputado federal Alexandre Serfiotis. Eles se reuniram com líderes comunitários dos bairros Colinas e Bulhões. No encontro foram acertadas melhorias na distribuição de correspondências, como a mudança no sistema de entrega para Bulhões e uma parceria com o município e a comunidade para aperfeiçoar a identificação das ruas e residências.

Os moradores reclamaram sobre a entrega de correspondências não estar sendo feita em algumas ruas. Segundo eles, é comum ter que buscar correspondências e outras entregas na unidade dos Correios, no Centro, o que gera gastos e transtornos. De acordo com o superintendente estadual de Operação dos Correios, Cleber Isaías, na cidade existem muitas ruas com numerações incorretas. “Para que o serviço funcione é necessária uma parceria da Prefeitura e o Poder Legislativo da cidade para que, junto com os Correios, possamos reorganizar os números. A identificação deve seguir uma norma. As ruas devem ser numeradas com números pares e ímpares de cada lado e de forma crescente, para facilitar a entrega das encomendas”, explica.

O Secretário de Obras, Aílton Marques, lembrou que os moradores de Bulhões contam hoje com um posto comunitário, fruto de parceria entre a Prefeitura e os Correios. “A ideia é trazer o serviço para mais perto da comunidade, já que o bairro é afastado do Centro. Nos comprometemos em enviar, uma vez por semana, além das cartas comuns, todos os objetos volumosos, que antes eram entregues no posto principal. Agora irão direto para o bairro, atendendo os moradores das comunidades de Santo Antônio e Vila Marina”, afirma.

O gerente de Distribuição Estadual dos Correios, André Ricardo, ainda sugeriu que fosse criado um Código de Endereçamento Postal específico para Bulhões. “Hoje em dia, somente as cidades com mais de 50 mil habitantes e distritos ou bairros fora da área central possuem CEPs distintos. Com um CEP diferente do restante da cidade a logística de entrega dos carteiros será facilitada”, completa.

Ailton Marques destacou que deve realizar nos próximos dias uma ação conjunta com a Câmara Municipal, para definir melhor a identificação dos endereços no município, de acordo com a Lei de Abairramento. “Vamos montar uma equipe para agilizar esse processo. Nossa ideia é começar esse serviço modelo nesses dois bairros, para que depois seja implantado em toda cidade”, salienta.

Além do vice-prefeito e secretário de Obras, Ailton Marques, também participaram da visita técnica o secretário de Governo, Jean Carlos dos Santos Silva; o secretário de Ordem Pública, Elias Vargas; representantes do gabinete do deputado federal Alexandre Serfiotis; e os vereadores Henry de Bulhões e Fernandinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *