Turno de 8 horas para diretores e apoio da GM e PM melhoram gestão e segurança nas escolas

O aumento da carga horária dos diretores das escolas do município, que passam a trabalhar em período integral conforme a Lei nº 4652/17, e a intensificação das blitz da Guarda Municipal com apoio da Polícia Militar na porta das escolas, estão contribuindo para uma melhor gestão e maior segurança na rede municipal de ensino. A Ronda Escolar, aliada a maior permanência do diretor na unidade, está trazendo mais tranquilidade aos pais, alunos e profissionais da rede.

 

A Lei nº 4652/17 tem como objetivo trazer resultados significativos no desempenho de cada uma das 65 unidades escolares do município que agora passam a ter diretor em período integral (com exceção do turno da noite) promovendo melhorias no atendimento a toda comunidade escolar. A presença dos diretores em tempo integral otimiza a gestão além de beneficiar a parte pedagógica, uma vez que o acesso do diretor aos orientadores educacionais e pedagógicos é permanente.

 

De acordo com o secretário de Educação, Vantoil de Souza, é importante que as escolas estejam cada dia mais bem geridas e, para isso, a alteração da carga horária dos diretores para período integral é fundamental.

 

“Os diretores precisam ter disponibilidade absoluta para acompanhar o dia a dia da sua escola, acompanhar as necessidades dos seus alunos, identificar as irregularidades e inconsistências e trabalhar com maior eficiência nessas questões”, disse.

 

Para a diretora do Colégio Municipal Washington Luiz, Géssica Belan, a alteração da carga horária é muito positiva, principalmente para os diretores, que assim como ela, sempre trabalharam em tempo integral.

 

“A gratificação não atendia o tempo de permanência na escola. É importante lembrar  que alguns diretores ficavam quatro horas nos colégios e, no restante do tempo, a escola ficava sob a responsabilidade do diretor adjunto. Agora todos os diretores vão cumprir com esses novos horários corretamente, atendendo a comunidade escolar com o empenho merecido”, afirmou a diretora.

 

 

Pais e professores elogiam nova carga horária dos diretores

 

Não somente os diretores elogiaram a nova lei aprovada pela Câmara Municipal. Pais e professores da rede municipal também ficaram satisfeitos com o maior tempo de permanência dos diretores nas escolas.

 

Para Agenor Mendes Nunes, de 56 anos, pai de dois alunos do Colégio Municipal Washington Luiz, a Lei 4652/17 representa boas mudanças para todos. Ele garantiu que a presença da diretora em tempo integral, vai trazer mais organização e respeito para o ambiente escolar.

 

“Tenho dois filhos aqui, o Pedro e o Lucas, sendo um, especial. A presença da diretora, além de me deixar mais seguro, é uma maneira de fazer com que o colégio seja mais organizado, pois, os alunos passam a respeitar mais. Nós, que somos pais, temos mais facilidade para conversar e participar do dia a dia dos nossos filhos na escola”, garantiu Agenor.

 

Com dois filhos matriculados na rede municipal, a dona de casa, Dalva Socorro Monteiro afirmou que a lei vai trazer muitos benefícios para as escolas. “Isso nos deixa mais confiantes e seguros, saber que os que os diretores estão acompanhando tudo o que acontece no interior da unidade”, disse.

 

A avó de dois alunos e funcionária da rede municipal de ensino, Maria das Graças Pereira da Silva, lembrou que sua filha se sente bem mais tranqüila quando a diretora está presente no colégio.

 

“A direção é parte fundamental da escola e a presença do diretor traz mais segurança e respeito pra dentro das salas de aula, além de maior controle nas unidades, garantindo limpeza, merenda, manutenção”, afirmou Maria.

 

Os professores da rede municipal também acreditam que a presença dos diretores em tempo integral nos colégios será agregadora. Para a professora da turma do 1º ano do Colégio Municipal Washington Luiz, Amanda Landim Cuconato, essa é uma forma de trazer mais referência aos colégios da cidade.

 

“Essa é uma medida excelente, tanto para nós professores, quanto para os pais e alunos de Barra Mansa, pois a presença integral do diretor fortalece o contato entre colégio e família. Na nossa escola, a diretora sempre foi muito presente e isso traz mais organização para o nosso ambiente escolar”, afirmou a professora.

 

Para a professora Natália Abreu, a parte pedagógica tem muito a ganhar com essa mudança. “O acesso constante do diretor aos orientadores pedagógico e educacional facilita o cumprimento do planejamento pedagógico, o que é muito enriquecedor para as nossas atividades”, destacou.

 

 

Pontos positivos da Lei 4652/17

 

– Melhoria no atendimento aos pais, alunos, comunidade, professores e pessoal de apoio;

 

– Otimização da gestão pedagógica da escola com o contato em tempo integral entre diretores e orientadores educacionais e pedagógicos para facilitar o cumprimento dos PPPs (Planejamento Político pedagógico);

 

– Valorização dos diretores, que antes da nova lei recebiam menos com a carga horária de apenas quatro horas nas escolas. Agora eles vão receber mais para permanecer mais tempo nas unidades;

 

– Permite que diretores já aposentados e de destaque na educação do município possam reassumir escolas;

 

– Garantia de profissionais capacitados e com comprovada formação pedagógica para assumir o cargo a partir da promulgação da lei (8 de agosto de 2017);

 

– Garante aos diretores que possuem duas matrículas a função de diretor na mesma unidade, não cabendo regência na segunda matrícula.

 

 

Ronda Escolar

 

Em 45 dias realizando as rondas, a Guarda Municipal já realizou 3 (três) apreensões de drogas. A última abordagem foi na noite desta terça-feira, dia 15, novamente na porta do CEI (Centro Educacional Integrado), quando a GM apreendeu um suspeito com drogas, dinheiro e celular. A ação contou com a participação do inspetor Milson, com o guarda De Souza e cabo Antônio.

 

De acordo com o comandante da Guarda Municipal, Joel Valcir, um menor de 17 anos foi abordado após atitude suspeita. “Na revista, os agentes encontraram um aparelho celular e um pacote de erva seca, além de R$ 277 em espécie e o mesmo não soube informar a procedência”.

 

“Queremos tranquilizar os pais, as famílias e os que querem mesmo estudar, garantindo o direito de ir e vir tanto para os alunos quanto aos professores. Nosso objetivo maior é garantir a paz nas escolas, e os estudantes têm se sentido mais seguros com a presença da Guarda e da PM, que estão cumprindo este objetivo”, relatou o comandante.

 

Sobre a Ronda Escolar, o secretário Vantoil de Souza destaca a importância do trabalho realizado pela guarda e pela Polícia Militar, que protege os alunos de atos ilícitos e do assédio externo que acontece em horário escolar.

 

“A fiscalização da guarda e da polícia, aliada à presença do diretor em período integral nas unidades de ensino, garante maior proteção aos nossos filhos que terão segurança absoluta dentro e fora das escolas”, destacou.

 

A Ronda Escolar é feita todos os dias no município, das 7 às 22h em todos os colégios municipais e estaduais de Barra Mansa.

Deixe um comentário