Alexandre Serfiotis participa da entrega de espadins na AMAN

O deputado federal Alexandre Serfiotis prestigiou na manhã deste sábado (19/8), no pátio da AMAN (Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), a solenidade de entrega do espadim a 465 cadetes. O evento marcou a entrada oficial da turma “150 anos da Campanha da Tríplice Aliança” em uma das melhores escolas de formação militar do mundo. Ao lado do Ministro da Defesa, Raul Jungmann, Serfiotis destacou a importância da cerimônia em que é feita a entrega de uma réplica em miniatura da espada usada por Duque de Caxias, o patrono do Exército Brasileiro.

– A entrega de espadins é o passo inicial na caminhada para o oficialato. É apenas a primeira de muitas conquistas que virão na carreira desses militares, que vão assimilar valores essenciais ensinados na Academia e que serão colocados em prática ao longo de suas vidas – afirma.

Presente na cerimônia, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, encorajou os futuros oficiais do Exército Brasileiro a servir com comprometimento. “Seu País espera de vocês o patriotismo, o civismo, o sentido de missão e o amor à Pátria que motivaram todos os heróis brasileiros que participaram dessa guerra. A mais autêntica homenagem que se pode prestar aos grandes heróis da Pátria, como são os patronos, é manter viva a lembrança de seus feitos, interpretar os acontecimentos de que participaram e acolher os dignos exemplos que nos legaram”, disse.

Em seu discurso, o comandante do AMAN, general Costa Neves, ressaltou a missão da Escola, que cultua os valores e as raízes históricas que caracterizam o Exército. “Aqui veneramos a verdade, a lealdade, a probidade e a responsabilidade. Aqui criamos laços indissolúveis com a Nação Brasileira e forjamos a fé inabalável no futuro de grandeza do Exército”, salienta.

Dos 465 militares que atualmente integram o Curso Básico, 108 cadetes são da região Sul, 264 da região Sudeste, 20 da região Centro-Oeste, 50 da região Nordeste e 12 da região Norte. Além de nove estrangeiros provenientes de Moçambique, Camarões, Senegal, Guatemala e Guiné Bissau.

O brasiliense Lucas Torres, primeiro colocado do Curso Básico, recebeu seu espadim das mãos do ministro e falou da emoção do momento. “Estar ali na frente é indescritível. Passamos por muitas coisas para chegar aqui hoje, mas vale muito a pena. Sei que terei muitos desafios, mas o Espadim significa que estamos no caminho certo”.

Esta é a última turma composta exclusivamente por homens a receber o espadim. A partir de 2018, as mulheres passam a integrar o quadro da Academia. 

Deixe um comentário