Barra Mansa prepara abrigo para atender pessoas em situação de rua

A Prefeitura de Barra Mansa através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SMASDH) está preparando um abrigo institucional para atender os moradores que vivem nas ruas. Além disso, a campanha “Não Dê Esmola” continua no próximo sábado. As ações têm como objetivo diminuir o número de pessoas em situação de rua no município.

Com o prazo de 60 dias para iniciar o atendimento, o abrigo, que funcionará em Saudade, terá capacidade para atender 50 pessoas que queiram um local para dormir. De acordo com a secretária de Assistência Social, Ruth Coutinho, o número de pessoas em situação de rua precisa diminuir, mas o governo municipal não pode obrigar que eles se direcionem aos abrigos.

“Vamos minimizar essa situação, mas nós lidamos com vidas e todos têm seus direitos de escolhas, não podemos obrigá-los a saírem das ruas e muitos estão nessa situação por escolha ou costume. Por isso é que realizamos os trabalhos durante o dia no Centro Pop com essas pessoas, para que eles sejam orientados e vejam a importância de buscarem o abrigo”, afirmou Ruthinha.

Campanha “Não Dê Esmola”

No próximo Sábado, dia 26, a campanha “Não Dê Esmola”, que tem sido realizada pela pasta, estará atuando no Centro da cidade, das 9 às 12 horas. A proposta da ação é diminuir o número de pessoas vivendo nas ruas da cidade. Segundo Ruthinha, o objetivo principal é incentivar à população que não dê dinheiro para essas pessoas, para que não seja um incentivo para que elas continuem ali.

“Precisamos do apoio e compreensão de toda a população, pois o dinheiro que elas oferecem para essas pessoas como esmola na rua, em muitos casos não é utilizado para adquirir alimentos, e sim drogas. Temos profissionais capacitados para atender e ajudá-los, mas precisamos que a população contribua. Então, ao invés de dar dinheiro, a população pode orientar esses moradores que procurem o Centro Pop.”, finalizou Ruthinha.

Deixe um comentário