Secretaria apresenta projetos para Educação em Porto Real

A Secretaria de Educação, Cultura e Turismo de Porto Real promoveu no último sábado, 19, no CIEP Brizolão 487, o I Encontro do Trio Gestor, composto pelos diretores das escolas, orientadores pedagógicos e orientadores educacionais. A reunião contou com uma palestra sobre liderança e gestão, apresentou projetos para o 2º semestre de 2017 e definiu o calendário escolar para o próximo ano. Esteve presente no evento a secretária de Educação, Cultura e Turismo, Maria Madalena Ferreira de Souza.

A pedagoga Aldjane Prata palestrou sobre os desafios dos líderes na gestão educacional. Segundo ela, para que o grupo escolar tenha sucesso é necessário que os componentes não estejam somente envolvidos. “É fundamental que os gestores escolares estejam comprometidos com o trabalho e unidos em um objetivo comum, só assim alcançarão o sucesso esperado”, explicou.

A Secretaria apresentou o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). De acordo com a secretária de Educação, Cultura e Turismo, Maria Madalena Ferreira de Souza, a ideia é atualizar o programa no município já no segundo semestre desse ano. “Dessa vez, o PNAIC vai aderir além dos alunos da alfabetização, a educação infantil. Teremos uma abertura no dia 5 de setembro com nova equipe para definir os próximos passos”, completou.

O encontro também discutiu sobre um projeto de interface do 5º e 6º ano como forma de diálogo entre os alunos do 1º segmento do ensino fundamental, que corresponde do 1º ao 5º ano; e do 2º segmento (6º ao 9º ano). “Nós vimos que os alunos que passavam do 5º para o 6º ano chegavam com muitas dificuldades, principalmente pelo aumento de professores de um ano para o outro. Há um abismo entre essas duas classes e nosso desejo é sanar esse problema através de debates preparando o aluno e o professor para essa fase”, afirmou o professor de Educação Física, Nicolas Almeida.

Outro ponto de destaque na reunião foi a implementação do programa de aceleração de aprendizagem. O programa, que já funciona na Escola Municipal Maria Hortência Nogueira, no bairro Jardim Real, está sendo reestruturado para 2018. “Dessa vez o programa será dividido da seguinte forma: Aceleração 1 para alunos do 4º e 5º ano e Aceleração 2 para alunos do 6º, 7º e 8º. Os estudantes a partir dos 13 anos e com defasagem de no mínimo dois anos na idade/ano escolar poderão participar”, explicou o apoiador do projeto, professor Marlos Castilho. Segundo ele, se comprovados esses requisitos, o aluno pode avançar até dois anos escolares, estudando em uma classe de aceleração. “O objetivo é desenvolver uma autonomia no aluno, trabalhando de uma forma diferenciada. Ele passará por avaliações, podendo acelerar até dois anos”, finalizou.

O encontro apresentou ainda o calendário letivo para 2018 com data de início prevista para o dia 5 de fevereiro e término em 21 de dezembro, respeitando os 200 dias letivos obrigatórios. No calendário ainda está programado um sábado letivo quando será realizada a festa junina conjunta unindo todas as escolas. “O calendário será enviado para as unidades de ensino para ser alterado se preciso. Nós queremos ouvir e construir juntos esse cronograma. No próximo mês teremos uma reunião com todos os secretários para alinharmos os projetos que serão desenvolvidos junto à Secretaria de Educação”, falou a secretária de Educação, Cultura e Turismo, Maria Madalena Ferreira de Souza.

Deixe um comentário