Flores de Aço é um sucesso em Volta Redonda

Os dados da Exposição de Cartas – Flores de Aço surpreendem. Em 20 dias aberta ao público, na Galeria de Arte Zélia Arbex, na Vila Santa Cecília, foram recebidas mais de 300 cartas de mulheres de Volta Redonda e 1,6 mil pessoas passaram pelo local. No papel, elas escreveram suas dificuldades, angústias, vitórias ou, simplesmente, contaram suas próprias histórias.

Cada participante do projeto, elaborado pela Secretaria de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos de Volta Redonda, recebeu um pingente de aço, desenhado pela designer Patrícia Rocha e confeccionados pela CSN. A exposição vai até a próxima sexta-feira, dia 01 de setembro, conforme informou Dayse Penna, comandante da pasta.

A amostra conta com três mil cartas que foram escritas por mulheres de todas as camadas sociais.“Escreveram mulheres que frequentam instituições religiosas, a Patrulha Maria da Penha (vítima de violência), os CRAS, os colégios públicos e privados e as universidades, assim atingimos todas as camadas sociais. Elas também estão recebendo os pingentes”, conta secretária municipal.

Na noite desta terça-feira, dia 29, o prefeito Samuca Silva visitou a exposição. “É importantíssimo o trabalho realizado pela secretaria e tem meu total apoio. Quero parabenizar toda a equipe que está realizando um trabalho impecável”, disse o prefeito de Volta Redonda, acrescentando que “para as mulheres, é uma boa oportunidade para vir e contar a sua história para que possamos construir uma política pública destinada a elas”, convidou Samuca Silva.

Dayse aproveitou a visita do chefe do Executivo para fazer um rápido balanço das atividades da secretaria. A pasta, por exemplo, está promovendo o projeto ‘Movimento Mulher’, que consiste em várias atividades nos 12 setores do município. Na primeira etapa, que ocorreu no primeiro semestre, tiveram palestras motivacionais e apresentação do serviço da secretaria. No segundo momento, serão realizados workshop de desenvolvimento humano e capacitação profissional.

Deixe um comentário