Fomento ao agronegócio é tema de reunião entre secretaria de Agricultura e Banco do Brasil

O fomento ao agronegócio, um dos setores que mais cresce no Brasil nas últimas décadas, e ao associativismo, foi o tema central de um encontro realizado esta semana entre a equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e representantes do Banco do Brasil. A reunião, que contou com a presença de toda a equipe técnica da secretaria, além do chefe de escritório da EMATER/Resende, Rogério Teixeira da Silva, aconteceu na sede da Secretaria de Agricultura, no Parque de Exposições.

Durante o encontro, do qual participaram o gerente geral do Banco do Brasil de Resende, Fábio André Fraken, o gerente de relacionamento com o poder público do BB, Alexsandro Amaral da Rocha, e o assessor de agronegócio da instituição, Luciano Lima, além dos secretários municipais de Agricultura de Resende, Alberto Figueiredo, e de Fazenda, Paulo Roberto Russo, foi feita uma apresentação dos principais projetos e programas previstos para o setor, ao longo dos próximos quatro anos.

Além disso, o encontro também serviu para que os representantes da secretaria conhecessem as linhas de crédito especiais mantidas pelo BB, para fomento da produção rural, em especial do agronegócio.

– Nós, da Secretaria de Agricultura, conhecemos as necessidades do homem do campo e, durante este encontro, passamos a conhecer também o que pode ser ofertado a ele em termos de linhas de créditos especiais, visando não só fomentar, como também incrementar o seu agronegócio, como as linhas de crédito para desenvolvimento regional e comunitário, por exemplo – expliou o secretário Alberto Figueiredo.

Segundo ele, na primeira quinzena de setembro, essas linhas de crédito especiais já devem ser apresentadas a duas entidades da região de Visconde de Mauá: a Aprovin (Associação de produtores naturais de Visconde de Mauá) e a Associação de produtores de oliveiras.

Deixe um comentário