Sete de Setembro atrai 25 mil pessoas em Volta Redonda

Volta Redonda realizou nesta quinta-feira, dia 7, o desfile cívico em celebração ao aniversário de 195 anos da Independência do Brasil. O evento, que aconteceu na Avenida Paulo de Frontin, no bairro Aterrado, reuniu cerca de 25 mil pessoas, segundo estimativa da Guarda Municipal. Entre os convidados do prefeito Samuca Silva e do vice Maycon Abrantes, estavam o Deputado Federal Alexandre Serfiotis, o presidente da Câmara Dinho e outros vereadores, representantes militares e outras autoridades.

A cerimônia começou com o hasteamentos das bandeiras e a execução do Hino Nacional. Pela primeira vez, o desfile na cidade teve a bandeira do Mercosul também sendo hasteada e cumprindo a legislação Federal. Volta Redonda é a segunda cidade da região a aderir a norma. Para o prefeito Samuca Silva, o evento representa o resgate da história do nosso país.

“É bom lembrar a nossa história. Estamos homenageando o Brasil, estou feliz de estar participando como prefeito, desta vez. Estamos vendo a avenida lotada e isso mostra o sucesso do desfile e a demonstração de respeito e carinho de todos”, afirmou Samuca.

Já o vice-prefeito Maycon Abrantes destacou que o sentimento de realizar o desfile cívico é especial.

“Principalmente vendo diversas crianças participando. Assim, elas vão entender melhor o que representa a Independência do Brasil”, comentou Maycon.

Mais de seis mil pessoas desfilaram pela avenida, sendo saudadas por quem acompanhava o evento. Entre os participantes, 1,2 mil integrantes do projeto Volta Redonda Cidade da Música e 600 alunos de escolas municipais.

“Esse desfile valoriza o civismo e o amor à Pátria. Estamos aproveitando para apresentar os projetos da Educação, principalmente os voltados à inclusão”, sublinhou a secretaria municipal de Educação, Rita Andrade.

Um dos momentos mais esperados do dia foi o desfile de 60 cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras. A AMAN não participava há muitos anos do evento, mas em 2017 decidiu desfilar.

“Quando recebemos o convite para participar do desfile cívico da cidade atendemos prontamente sabendo da importância de Volta Redonda para toda a região. Queremos aumentar a integração com a população, pois servimos a sociedade”, comentou o Major Fujita, da Aman, ressaltando que 60% dos soldados da Academia são de Volta Redonda.

A secretaria municipal de Cultura, Márcia Fernandes, disse que a participação da Aman engrandeceu a comemoração.

“Os cadetes da Aman não participavam do desfile há 20 anos. E hoje estão aqui abrilhantando ainda mais a festa”, celebrou.

Quem também fez questão de participar do desfile foi o tenente Francisco Leal, veterano da Segunda Guerra Mundial, que desfilou ao lado dos ex-combatentes. Ele foi um dos mais aplaudidos na avenida.

“Acho muito importante o desfile e temos que valorizar o patriotismo. Mesmo desfilando todos os anos, sempre fico emocionado. Esse ano tivemos um desfile impecável. Precisamos resgatar a nossa história e tudo isso engrandece o Brasil”, disse Francisco, que foi acompanhado pela filha Izalete Leal.

“Eles (os ex-combatentes) são os verdadeiros heróis. Se hoje temos paz é graças a esses homens”, completou Izalete.

O desfile começou, pontualmente, às 9h, com a participação da Banda Municipal de Volta Redonda; da Guarda Municipal; da Defesa Civil; participantes de projetos das secretarias de Ação Comunitária e de Esporte e Lazer. Além dos cadetes da Aman, também desfilaram na primeira fase o grupo dos ex-combatentes; militares do Tiro de Guerra de Barra Mansa, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros; e representantes da Associação dos Reservistas das Forças Armadas e de grupos de escoteiros.

A segunda fase do desfile contou com a presença de cerca de 600 alunos de escolas da secretaria municipal de Educação e da Fevre (Fundação Educacional de Volta Redonda), da Fundação Beatriz Gama; além de integrantes do Lar Pestalozzi; da Apae-VR; do Unifoa (Centro Universitário de Volta Redonda); do Consórcio Cederj; da Ordem Demolay e Filhas de Jó. Durante a terceira etapa foi a vez dos estudantes das redes estadual e particular de ensino.

A quarta e última fase do desfile foi uma das mais esperadas. Os ciclistas começaram essa etapa do desfile. Depois foi a vez do kart invadir; os motociclistas do Falcões de Aço vieram logo em seguida. Os carros antigos e rebaixados também tiveram sua vez com o Jeep Clube; Equipe Thugs; Equipe Vivendo no Baixo 272º, Clube de Antiguidades Automotivas; Clube Chevetteiros; Clube dos Opaleiros; Clube do Fusca. E o encerramento foi em grande estilo com o Clube Hípico de Volta Redonda.

Amanda Lisboa que trouxe os filhos para acompanhar o desfile ficou encantada “Que lindo. Falei para os meus milhos para virmos ver e valeu a pena a organização e o capricho de todos. Parabéns”, disse a bancária.

Carlos Henrique de 16 anos que desfilou por uma escola municipal também se disse emocionado com o reconhecimento do público. “É muito bom para gente que passa o bom tempo se preparem para o desfile e aqui ser aplaudido. Vi até o prefeito Samuca me aplaudindo. É muito bom isso. Adorei”, concluiu o estudante.

Deixe um comentário