Samuca Silva apresenta melhorias para a Terceira Idade

Representantes do Sindicato Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos foram recebidos na manhã desta segunda-feira, dia 18, pelo prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva. O encontro aconteceu no Palácio 17 de Julho. O órgão sindical entregou uma pauta de 14 itens, que foram respondidos um a um pelo prefeito. A entrega do documento foi feita pela presidente regional do sindicato, Gloria Frotte, que foi acompanhada pela diretoria regional.

Das reivindicações do sindicato, algumas delas já estão em funcionamento e outras em andamento para implantação no município. Uma delas, por exemplo, é a criação da pasta municipal para as políticas para os idosos.

“Já criamos a secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos e a promessa de campanha foi cumprida. A política pública para os idosos está sendo elaborada. Estamos mapeando todos os programas da Smel (Secretaria Municipal de Esporte e Lazer), os da Educação; os da Saúde e da Smac (Secretaria Municipal de Ação Comunitária) voltados à terceira idade. Atualmente, não há uma política pública para a terceira idade e sim ações isoladas, voltadas a ela. A política pública faz com que os projetos permaneçam, independente do prefeito que estiver a frente do Governo Municipal”, disse Samuca.

A secretaria municipal de Políticas Públicas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos será a responsável pela elaboração dessa política, conforme pontuou o prefeito de Volta Redonda. A responsável será Dayse Penna, a secretária da pasta. Samuca Silva garantiu ainda que os projetos continuarão nas suas respectivas secretarias, mas a política pública será elaborada pela secretaria específica para os idosos.

TRASPORTE

A entrada gratuita dos idosos nos ônibus também foi tema do encontro entre o prefeito e o sindicato. Samuca Silva solicitou a ajuda de todos os idosos e do sindicato para fiscalizar e denunciar a ação das empresas de ônibus. A entrada é uma lei federal. “Denunciem. Anotem o numero do ônibus, a linha e o horário da infração,”, pediu Samuca Silva. Para se ter uma ideia, a secretaria municipal de Transporte e Mobilidade Urbana já apreendeu dez ônibus neste ano e continua fiscalizando.

HOSPITAL DO IDOSO

No encontro desta segunda-feira, o prefeito de Volta Redonda também explicou como funcionará o Hospital dos Idosos. “Será a centralização dos atendimentos das pessoas da Terceira Idade. Toda especialidade será encaminhada para lá (antigo Hospital São Camilo) e serão atendidos apenas moradores de Volta Redonda”, contou Samuca. Atualmente, a equipe do governo está realizando um inventario do local e, depois desse levantamento, será firmado o contrato de locação, que terá um valor abaixo do mercado, segundo informou Samuca Silva.

HEMODIÁLISE

 

Em relação à Clínica de Hemodiálise, na Avenida do Retiro, o Governo Municipal solicitou o credenciamento do local no Ministério da Saúde. Samuca Silva esteve na Capital Federal para resolver todas as questões burocráticas. O credenciamento não estava no orçamento da União. “O ministro Ricardo Barros me garantiu que o orçamento da Saúde vai reabrir em setembro e colocará a clínica credenciada ao SUS (Sistema Único de Saúde). Temos que parar de mandar pacientes para outras cidades”, disse o prefeito.

Outro assunto abordado foi a Vila da Cidadania, projeto habitacional voltado aos idosos. Porém, a iniciativa é do Governo do Estado e não tem previsão para a retomada das obras. Essa é a mesma situação do Hospital Regional, que também é de responsabilidade do Governo do Estado. Sobre a mobilidade urbana, o sindicato questionou que ainda não houve uma reunião específica para os idosos no plano de mobilidade urbana. De imediato, Samuca Silva determinou que Wellington Silva, secretário municipal da pasta, agende uma reunião com os idosos. Além disso, o governo garantiu que cinco mil idosos irão participar da tradicional viagem no final do ano. O local e a data ainda serão definidos pela Smel.

“Vocês sempre terão portas abertas no gabinete. Tudo estiver ao meu alcance, ajudarei”, garantiu o prefeito de Volta Redonda. Atualmente, estima-se que há mais de 24 mil idosos morando na cidade.

Gloria Frotte, a presidente regional do sindicato, saiu confiante da reunião e acredita na evolução no tratamento dos idosos, aposentados e pensionista em Volta Redonda. “Estamos confiantes que Volta Redonda vai melhorar muito nas ações para a Terceira Idade. O que é melhor: vamos criar uma política pública para os idosos. Isso é fundamental porque o legado fica, independente do prefeito que estiver na prefeitura”.

Deixe um comentário