‘Fale com o Prefeito’ já resolveu mais de 80% das demandas

Após passar por uma reformulação, o projeto ‘Fale Com Prefeito’ está acontecendo todos os dias, no Palácio 17 de Julho. O novo formato tornou o projeto mais dinâmico e já atendeu mais de 40 pessoas em pouco mais de um mês. Com o objetivo de compreender melhor as solicitações da população e abrir o diálogo direto entre o prefeito e a população de Volta Redonda, o projeto já conseguiu resolver e responder mais de 80% das demandas abordadas com o prefeito.

De acordo com o ouvidor do município, Luiz Sérgio Lopes Teixeira, o novo formato agilizou o atendimento. “As demandas e as necessidades da população ficaram mais fáceis de serem resolvidas. Além do fato de melhor atender aos moradores da cidade. O projeto ainda é uma novidade, pois traz a população junto ao governo para juntos construir uma cidade melhor, contou Luiz.

Todos os dias, o chefe do Executivo, Samuca Silva, recebe dois moradores da cidade em seu gabinete. Os temas mais abordados com o prefeito são: análises de processos, infraestrutura e a apresentação de novos projetos. O prazo para as respostas é de 72 horas.

 

Esse foi o caso do maestro, Nilton Soares, que veio apresentar um projeto. “Em apenas 10 minutos, eu pude apresentar o projeto para o prefeito. O encontro foi muito proveitoso. Falei sobre a possibilidade da cidade de Volta Redonda ter uma orquestra. Ele disse que vai avaliar o projeto”, contou Nilton.

Para o prefeito Samuca Silva, a mudança no formato foi extremamente importante para a população. “O objetivo foi agilizar os atendimentos, respeitando sempre o cidadão. Com o novo formato, o atendimento e a resolução das demandas ficaram mais dinâmicos”, afirmou Samuca.

Segundo Anete Pereira e seu esposo José Rosendo, o encontro com o prefeito foi bem proveitoso.“Viemos aqui, com nosso filho, Gustavo para pedir ao prefeito trazer o tratamento dele para Volta Redonda. Ele tem um problema de rins, e temos que ir ao Rio de Janeiro três vezes por semana. O prefeito nos tratou muito bem e disse que vai fazer o possível para ajudar. Pela forma em que fomos tratados temos certeza que o prefeito vai solucionar o problema”, disse Anete.

De acordo com a funcionária pública aposentada, Roselia Cravo, o tratamento foi ótimo. “Sou aposentada e falei com o prefeito sobre o FAPS (Fundo de Assistência e Previdência Social dos Funcionários Públicos). Ele me ouviu e disse que até novembro vai ter uma resposta concreta sobre a situação. Adorei falar com ele, que me recebeu muito bem”, contou a aposentada.

Deixe um comentário