Noventa e quatro por cento dos usuários do Ônibus Elétrico foram às compras

Em apenas 15 dias de circulação, o ônibus elétrico já está atendendo a expectativa do governo municipal e dos usuários que utilizaram o transporte. De acordo com uma pesquisa de opinião, realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, 93,9% dos usuários que utilizaram o transporte público se sentiram incentivados a ir ao comércio fazer compras. Desse total, 34,1% foram para a Vila Santa Cecília; 26,6% para o bairro Aterrado; 23,6% para a Amaral Peixoto; e 15,3% para o Retiro.

Ainda segundo a pesquisa, 43,2% dos passageiros queriam conhecer como funcionava o ônibus, 21,4% utilizaram o transporte publico para fazer compras e 17,9% para irem ao trabalho. Entre os principais bairros de origem das pessoas que utilizaram o ônibus estão: Retiro, Vila Mury, El Dourado, Santa Cruz, São Geraldo, Ponte Alta, Aterrado e Conforto. 

“Somos a primeira cidade do país com um centro comercial integrado e a primeira cidade do Estado do Rio com ônibus elétrico gratuito para a população. Nossa intenção é de aquecer a economia, levando os consumidores aos principais centros comerciais da cidade, sem interferir nas linhas convencionais”, explicou o prefeito de Volta Redonda, Samuca Silva.

Além disso, o projeto é um grande investimento em proteção ao meio ambiente, já que os ônibus serão elétricos e não poluentes. O prefeito ainda espera que o ‘Tarifa Comercial Zero’ contribua para melhorar o trânsito do município. “Pois vai incentivar que as pessoas deixem seus carros em casa e circulem pelo centros comerciais pelo Tarifa Comercial Zero”, concluiu.

A aposentada Marilene Gonçalves Araújo, de 65 anos, moradora do bairro Vila Mury, aprovou o ônibus. “É simplesmente maravilhoso. Nunca imaginei que na minha cidade fosse ter um meio de transporte tão confortável assim. Agora, até para ir ao médico eu sinto prazer”, comemorou a aposentada.

Quem concorda com ela é o estudante Tácio Matheus Fidélis, de 26 anos, morador do bairro Jardim Amália. “O ônibus é muito confortável e, além de tudo, não polui o ambiente. Já utilizei tanto para trabalhar quanto para ir ao comércio fazer compras”, disse o estudante.

Entenda o projeto

Um ônibus sem gases poluentes, com tarifa zero e que interliga os pontos comerciais da cidade, está circulando desde o inicio do mês, em fase de teste. Com capacidade para 27 pessoas sentadas e 57 em pé, além de espaço para deficiente físico, o ônibus com ar condicionado e wifi tem pontos específicos para embarque e desembarque nos bairros: Vila Santa Cecília, Aterrado, Retiro e Centro.

“Não serão utilizados os pontos de ônibus já existentes. Esse ônibus da Tarifa Comercial Zero vai utilizar pontos exclusivos, que já estão demarcamos, inclusive com horários diferenciados”, explicou o secretário municipal de Transporte e Mobilidade Urbana, Wellington Silva.

Confira os pontos de embarque e desembarque:

Ponto 1 (saída): Rua Campos, no bairro Retiro.

Ponto 2: Avenida Paulo de Frontin (ao lado do Palácio 17 de Julho)

Ponto 3: Rua C, na Vila Santa Cecília (atrás do Escritório Central).

Ponto 4: Rua Gustavo Lira, no Centro.

Ponto 5: Rua Eduardo Junqueira, de acesso a Avenida Amaral Peixoto, no Centro.

Ponto 6: Avenida Lucas Evangelista, no Aterrado (próximo ao Saae-VR).

Deixe um comentário