Resende lidera ranking do emprego no Estado

Apesar da crise econômica que atinge o país desde o final de 2015, e que ampliou para mais de 12 milhões o número de desempregados, Resende tem um bom motivo para comemorar. A cidade acaba de ser apontada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) como líder na geração de empregos em todo o Estado do Rio, com 8.864 novas oportunidades de trabalho criadas de janeiro a setembro de 2017.

De acordo com o cadastro, neste período 8.864 trabalhadores foram admitidos no município, contra 7.713 desligamentos – um saldo positivo de 1.151 empregos. As áreas que mais contribuíram para a criação de vagas foram o comércio, a indústria, o setor de serviços e a agropecuária. O segundo lugar do ranking ficou com município de Nova Friburgo, com saldo de 660 empregos.

A retomada do crescimento e a consequente ampliação do número de empregos formais em Resende pode ser atestada pelo desenvolvimento de um dos setores mais importantes da economia do município: o metalmecânico. A maior prova disso foi a criação, em agosto, de 600 novos postos de trabalho na montadora Nissan, que começou a produzir em Resende o utilitário esportivo Kicks. Já a MAN Latim America criou, em setembro, mais 300 empregos em sua unidade instalada no município. Em julho, a montadora já tinha anunciado o retorno da produção ao “turno cheio”, ou seja, de cinco dias por semana.

– Desde janeiro de 2015, firmamos acordos para a redução da jornada. Em abril deste ano, esta redução, que era de 20% passou para 10% e, para o restante do ano, o turno de produção será normal, de cinco dias na semana. Estamos vendo os primeiros sinais de que mercado brasileiro está reagindo após um longo período de queda – disse Roberto Cortes, presidente e CEO da MAN.

A conquista da liderança no ranking de empregos do Estado do Rio também foi comemorada pelo prefeito Diogo Balieiro Diniz.

– Nesses primeiros dez meses de governo, apesar de todas as dificuldades que enfrentamos, e elas não foram poucas, procuramos preparar nossa cidade para esta retomada do desenvolvimento e a criação de novos empregos é a melhor notícia que podemos receber, porque isso não representa apenas uma melhoria na economia, mas o resgate da dignidade de centenas de trabalhadores, muitos deles pais de família – disse o prefeito.

Novos Negócios – Além do aumento do número de empregos formais, divulgado oficialmente pelo Cadeg, a Prefeitura de Resende também concedeu, de janeiro a setembro deste ano, 1.055 alvarás que permitiram a abertura de novos negócios na cidade. A medida, que ajuda a fomentar a economia, também contribui para a redução da taxa de desemprego, como explica o secretário de Indústria, Turismo, Tecnologia e Serviços, Raphael Gattás.

– A instalação de um novo negócio, mesmo que pequeno, fomenta a economia e ajuda a criar novos postos de trabalho. Por isso, assim que assumimos a secretaria, trabalhamos para reduzir o prazo de emissão do alvará, pois sabemos o quanto esses pequenos negócios são importantes para potencializar a economia. Hoje, conseguimos emitir esses documentos, que levavam mais de um mês para serem liberados, num prazo de quatro a cinco dias – explica o secretário Gattás.

Segundo ele, os meses de julho e agosto foram os que mais se destacaram na emissão de alvarás, com 136 documentos concedidos em julho, e 154 em agosto. O mês de março também se destacou com 129 alvarás liberados.

Deixe um comentário