Consciência Negra foi o tema da Rua de Lazer especial em Volta Redonda

Dia 20 de novembro é comemorado o Dia da Consciência Negra. E para marcar a data, a Prefeitura de Volta Redonda realizou no domingo, dia 19, uma edição especial da Rua de Lazer, realizada normalmente, aos domingos, pela secretaria municipal de Esporte e Lazer (Smel).
Quem passou pela Radial Leste na parte da manhã assistiu a roda de capoeira, apresentação de Maculelê e Samba de Roda.
 “A integração das secretarias é primordial para a qualidade das ações promovidas pela prefeitura. Essa Rua do Lazer especial faz parte de uma série de ações em prol do Dia da Consciência Negra, promovida e apoiada pela prefeitura.  Tivemos na programação, diversas ações também no Memorial Zumbi, que teve uma semana inteira destinada à data”, destacou Samuca Silva.
O evento contou com a presença da Mestre Marciana e da Associação de Capoeira Angola Nagô.
 “A gente fica feliz de poder participar desses eventos, pois realmente vemos que a prefeitura está abraçando os movimentos de origem afro. Esse mês é o mês do Zumbi dos Palmares, então todas as apresentações que fazemos são bem-vindas porque, dessa forma, podemos mostrar um pouco da cultura afro de forma mais abrangente à população”, disse a Mestre Marciana.
A secretária municipal de Esporte e Lazer, Maria Paula Tavares, lembrou que a Rua de Lazer é um espaço implantado pela Prefeitura de Volta Redonda que promove ações pensando no lazer, na saúde e em ações de sensibilização.
“Todas as ações que nós realizamos aqui na Rua de Lazer estão alinhadas  com a prefeitura. Buscamos essa integração constante com as outras secretarias. Qualquer pessoa pode vir aqui no domingo praticar esportes e em datas comemorativas, como a da Consciência Negra, ainda participam de momentos de cultura e descontração”, disse a secretária.
“Eu e meu marido trouxemos nosso filho de dois anos para ver a roda de capoeira. É domingo, então a gente tem que aproveitar pra passear e fazer programas diferentes e a Rua de Lazer é uma ótima opção”, disse a professora Jéssica Aparecida Salgado.
A dona de casa Celia Maria da Silva, de 66 anos, está há um ano e meio na capoeira. E adorou poder participar de uma roda em um evento especial.
“Eu comecei nesse grupo da Melhor Idade, na Ilha São João, e não pretendo parar nunca mais. Ajuda e muito a nossa saúde. Hoje, especialmente, me sinto lisonjeada por participar de um evento tão importante para a nossa cultura e ainda promover a capoeira”, afirmou.
A Rua de Lazer acontece todos os domingos, na Avenida Antonio Pedro Costa (Radial Leste). Durante todo o domingo a rua permanece fechada para os veículos, favorecendo o acesso livre e seguro para que as pessoas possam se divertir, praticar esportes e ter momentos de lazer em família.

Deixe um comentário