Câmara de Barra Mansa inicia processo para realização de concurso público

A Câmara de Barra Mansa deu início ao processo de realização de concurso público, previsto para acontecer no primeiro semestre de 2018. A casa legislativa publicou edital para contratação da banca organizadora do concurso e a abertura do certame, para escolha da empresa, acontece ainda este ano.

O concurso público prevê a abertura de 16 vagas para contratação imediata e 38 de cadastro de reserva, englobando cargos de Ensino Fundamental, Médio e Superior. A remuneração dos cargos varia de R$ 968,00, cargos para nível fundamental, a R$2205,23, para o Ensino Superior. De acordo com o Estatuto do Servidor Público de Barra Mansa, independentemente do nível de escolaridade exigido para o cargo, o servidor que possuir Ensino Superior recebe um adicional de 10% de seu salário base.

O edital para contratação da empresa organizadora do concurso estima que a taxa de inscrição terá o valor de R$45, para cargos de nível de escolaridade fundamental; R$70, para nível médio, e R$95, para nível superior. As vagas abertão são para os cargos de: procurador; supervisor de tesouraria; supervisor de recursos humanos; contador; almoxarife; arquivista; contabilista; técnico de informática; operador de som, câmera e radiodifusão; analista de compras, licitação e contratos; oficial de patrimônio; oficial de atas; telefonista; auxiliar administrativo; supervisor de secretaria; analista de tesouraria; analista de recursos humanos; analista de informática; operador de som; oficial administrativo; auxiliar de imprensa; secretário de atas; oficial de livros; oficial de atas; auxiliar de secretaria; auxiliar de protocolo; recepcionista; motorista; vigia e auxiliar de serviços gerais.

O presidente da câmara, vereador Marcelo Borges da Silva, destaca a transparência em todo o processo do concurso público.

-Este concurso será aberto para atender demandas da câmara, principalmente, em razão de aposentadoria de servidores efetivos. Iremos realizar um processo pautado  na transparência e na credibilidade,  começando pela escolha da banca organizadora – afirma o presidente. 

Deixe um comentário