Cartão Reforma vai beneficiar mais de 120 famílias de Volta Redonda

A Prefeitura de Volta Redonda, por meio da Companhia de Habitação de Volta Redonda (Cohab), deu uma boa notícia aos moradores do bairro Nova Primavera, na noite desta sexta-feira, dia 6. É que o município foi contemplado com o programa Cartão Reforma, do Governo Federal, e 121 famílias do bairro poderão ser beneficiados com o projeto. No estado do Rio, apenas três cidades foram contempladas com o projeto. Cerca de 150 moradores do Nova Primavera foram até a quadra poliesportiva do bairro para conhecer detalhes do projeto.

O objetivo do programa é melhorar as condições de moradia das famílias de baixa renda, concedendo subsídio para compra de materiais de construção e assistência técnica de profissionais da área de construção civil.

Morador do Nova Primavera há 25 anos, Robson Gomes destacou que o programa Cartão Reforma será de suma importância aos moradores do bairro. “Esse programa será muito importante. Aqui existem muitas famílias que precisam disso, pois as condições financeiras só permitem que façam a obra, ou mantenham a casa. Por isso vai ser muito bom esse programa para o bairro, já que muitas famílias poderão reformar suas casas”, destacou Robson.

As condições para que as famílias possam participar do programa são: ter renda familiar bruta de até R$ 2.811,00; possuir um único imóvel em todo território nacional; ser maior de 18 anos ou emancipado; ser proprietário, possuidor ou detentor de imóvel residencial em áreas regularizadas ou passiveis de regularização na forma da lei. Entre os serviços que poderão ser realizados estão solução de esgoto; construção do 1º banheiro; construção de um quarto; instalação elétrica; acessibilidade; reforma do telhado e a conclusão de unidade habitacional.

O prefeito Samuca Silva ressaltou que, do estado do Rio, apenas três cidades conseguiram fazer parte do ‘Cartão Reforma’. “Esse programa do Governo Federal começou ano passado. Nós inscrevemos Volta Redonda e o projeto para o bairro Nova Primavera foi aprovado. Conseguimos esse avanço que vai beneficiar mais de 120 famílias”, celebrou Samuca.

Já o vice-prefeito Maycon Abrantes, que também é secretário municipal de Ação Comunitária, explicou aos moradores do Nova Primavera que, com o programa, o governo vai custear todo o valor do material de construção. “As famílias não vão precisar pagar nada. Os valores são de R$ 2 mil à R$ 9 mil, de acordo com a necessidade de cada família. As famílias contempladas receberão uma visita técnica”,comentou.

Durante o encontro com os moradores, o presidente da Cohab, Fernando Rabello, destacou que os moradores que queiram participar do programa, devem se cadastrar no Cras (Centro de Referência em Assistência Social) do bairro, de segunda à sexta-feira da próxima semana.

“Cabe ao beneficiário custear apenas a mão de obra, equipamentos e ferramentas necessários para a execução do serviço. As famílias interessadas serão entrevistadas em suas residências por técnicos da prefeitura, que também receberão os documentos exigidos pelo Ministério das Cidades”, acrescentou Fernando.