Hospital São João Batista aumenta número de atendimentos em 2017

A direção do Hospital São João Batista, em Volta Redonda, celebrou os dados de atendimentos durante 2017. O número de cirurgias, exames, internações, entre outros, tiveram um aumento significativo em relação a 2016. Além disso, através de medidas de gestão, a direção da unidade conseguiu terminar com as internações no corredor do hospital. No ano, foram atendidos mais de 117 mil pacientes no maior hospital público da região.

Somente em cirurgias eletivas, houve um aumento de 13% nos procedimentos, sendo que ocorreram 2.102 em 2017 e 1.806 em 2016. Já as cirurgias de urgência foram 1.323 no ano passado e 967 em 2016, um aumento de 36,81%. No total de cirurgias, houve um aumento de 21,15%, acontecendo 3.425 procedimentos. Também foram realizados 2.021 partos na unidade, sendo que a maioria, 1.036, foram partos normais.

O número de internações também aumentou: foram 9.441 em 2017, contra 9.014 em 2016 (4,7% de aumento). O atendimento na emergência do Hospital São João Batista também aumentou, sendo que foram atendidos 117.097, enquanto em 2016 foram 106.891, o equivalente a 9,5% de aumento. Os exames de tomografia, por sua vez, aumentaram em 270%. Em 2016 foram 2.600 procedimentos, e, em 2017, 9.600 pacientes fizeram o exame.

O diretor médico da unidade, José Geraldo de Castro Barros, celebrou os números alcançados pela equipe do HSJB. “Conseguimos avançar bastante em 2017 e queremos ir além em 2018. O número de cirurgias aumentou bastante, só a de urgência em 35%. E conseguimos isso sem aumentar o número de médicos e salas de cirurgia”, celebrou.

Ainda houve outros avanços na gestão do Hospital São João Batista. Há mais de dois meses, por exemplo, não tem internação nos corredores da unidade. “Não há mais macas nos corredores; conseguimos terminar com esse gargalo, não tendo mais internação no corredor da unidade. Antigamente, quem ficava nos corredores não tinha privacidade, havia risco de infecção, entre outros. É um trabalho de humanização”, disse José Geraldo, ressaltando que atualmente o HSJB tem mais de 150 leitos. “Somos referência em toda a região”, completou.

O prefeito Samuca Silva destacou que, os avanços no HSJB, vão ao encontro da evolução da Saúde em Volta Redonda. “Em um ano de crise financeira, como foi 2017, conseguimos avançar bastante. Os dois hospitais da cidade, o São João Batista e o Municipal Munir Rafful (Retiro) não conversavam e hoje já há uma integração. Também conseguimos adquirir o Hospital Santa Margarida e abrimos o Hospital do Idoso. Todas essas ações mostram que a nossa política para saúde está no caminho certo. Vamos continuar priorizando o atendimento a população”, finalizou Samuca.

Deixe um comentário