Volta Redonda entrega quase seis mil óculos em 2017

A Secretaria de Saúde de Volta Redonda, por meio da Ótica da Cidadania Padre Ernesto Moreira Lamim, entregou 5.800 pares de óculos gratuitos para a população em 2017. A ótica, que funciona das 8h às 16h30, fica no 2º andar do Estádio Raulino de Oliveira, Acesso Branco, no Jardim Paraíba, e chegou a produzir 70 unidades por dia para atender à demanda. 

 

O secretário de Saúde, Alfredo Peixoto, lembra que a retomada da produção só se deu em agosto do ano passado. “A demora foi por conta do processo de licitação para compra de armações e lentes. Foi um processo feito para dar mais segurança e transparência na compra. Buscamos sempre o melhor preço para economizar os recursos públicos”, explicou, acrescentando que o projeto não parou, mas no início do ano trabalhou com poucas unidades de óculos.

O prefeito Samuca Silva ressaltou a importância do projeto e acredita em um desempenho ainda mais positivo para 2018. “É o poder público, com uma gestão pública eficiente, oferecendo óculos de qualidade para o cidadão e também oferecendo transparência: boa gestão do dinheiro público”, disse.

De acordo com a coordenadora da Ótica da Cidadania, Rejane Ribeiro, a estrutura da unidade é formada por duas recepcionistas, dois técnicos montadores e um funcionário administrativo. “Com esse contingente, a meta é atender 50 usuários por dia, apenas para fazer o pedido dos óculos, sem contar os que vem buscar o produto pronto”, afirmou Rejane, lembrando que o horário de atendimento na ótica é agendado pela Unidade Básica de Saúde.

 

“Após a consulta com o oftalmologista, o usuário retorna à unidade da Atenção Básica de sua referência para entregar o pedido dos óculos e marcar a visita à Ótica da Cidadania”, explicou a coordenadora, lembrando que a ótica tem cerca de 50 modelos diferentes de armação, incluindo opções masculinas, femininas e infantis.

A moradora do Vila Brasília, Viviane Neri, é cliente assídua da ótica da prefeitura. “Trago a minha filha, Ana Júlia, de 13 anos, que faz tratamento oftalmológico e precisa trocar os óculos uma ou duas vezes por ano. Sou sempre muito bem tratada e, apesar da lente ser especial, sempre entregam no prazo estipulado”, disse. Já Ana Júlia está mais preocupada com o modelo das armações. “Sempre encontro novidades. Estou com uma armação preta e para o próximo óculos escolhi a branca”, falou a menina.

Sonia Maria de Jesus Gomes, do Conforto, também é uma usuária satisfeita com os serviços prestados pela ótica municipal. “Fiz meus óculos no ano passado e trouxe hoje para um pequeno reparo. Tenho exame marcado para o mês que vem e caso precise trocar os óculos já vi muitas armações modernas que me interessaram”, comentou.

Têm direito ao serviço da Ótica da Cidadania os aposentados, pensionistas e pessoas com auxílio doença do INSS mediante apresentação de comprovante de renda familiar de até dois salários mínimos, comprovante de residência em Volta Redonda; os estudantes das redes públicas Municipal e Estadual, até o ensino médio ou curso técnico, com declaração escolar; além de deficientes com comprovante de residência no município. Todos devem ter o Cartão SUS.

Os óculos só são fornecidos para pacientes com receituário da rede pública e a cada dois anos, salvo em condições específicas, como alteração comprovada da lente, quebra de lente ou armação, declaração médica e outras descritas minuciosamente pela equipe da unidade de saúde.