Resende intensifica vacinação contra Febre Amarela

Nova Santa Casa e UPA de Resende entraram na briga contra a Febre Amarela. A pedido da Prefeitura, as duas unidades passam a integrar o grupo de pontos de imunização, ao lado dos 32 Postos de Saúde da Família. Só nos dois primeiros dias desta semana, mais de 12 mil pessoas foram vacinadas na cidade.

Para melhor atender ao público que trabalha durante o dia, o Centro de Imunização, também conhecido como Posto do Estado, passou a atender de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h, e nos sábados das 7h30 às 17h. As demais unidades Básicas de Saúde também seguem a todo vapor, vacinando das 13h às 16h30. Já a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), na Cidade Alegria, aplica doses contra o vírus das 8h às 12h, todos os dias. E, a partir da próxima segunda-feira, dia 20, a Nova Santa Casa de Misericórdia de Resende também passa a vacinar, das 8h às 17h.

A vacina é indicada para as pessoas de nove meses a 60 anos de idade. Mas fique atento, pois existem contraindicações para pacientes com reação alérgica à proteína do ovo, mulheres em qualquer fase de gestação e que estejam amamentando bebês menores de nove meses. Também não devem fazer uso da vacina, pacientes em tratamento de radioterapia e quimioterapia, em tratamentos que utilizem corticoides, pessoas submetidas a tratamento com imunossupressores, portadores de doenças autoimunes, bebês com idade abaixo de nove meses, pacientes que já tenham tomado a vacina no últimos 10 anos, portadores de doenças hepáticas, hematológicas, renais e neoplásicas, além de portadores do HIV/AIDS (somente com autorização médica).

– Resende manterá o fornecimento da dose única (0,5 ml) contra Febre Amarela, preconizada pela Secretaria Estadual de Saúde. Ao contrário de outras cidades do Estado do Rio de Janeiro que terão que fracionar as doses, a vacina aplicada em Resende imuniza a pessoa para toda a vida, sem necessidade de futuros reforços – explica o superintendente de Atenção Hospitalar, Aquiles André Touban Romar.

Recomendações especiais para crianças e idosos

Outra recomendação importante diz respeito às pessoas com mais de 60 anos. Este grupo, para receber doses da vacina contra Febre Amarela, precisa ter indicação ou recomendação assinada pelo médico que a acompanha regularmente. Esta exigência do Ministério da Saúde visa proteger estas pessoas, visto que algumas delas podem sofrer de algum dos itens listados como contraindicação.

– Não adianta a pessoa solicitar um atestado a um médico que não seja aquele que conhece seu histórico de saúde. É fundamental que, para ser vacinado, o maior de 60 anos de idade traga este atestado de liberação para consumo da dose – reforça o Superintendente de Atenção Hospitalar de Resende.

Já as crianças menores de doze anos, para serem imunizadas, precisam, obrigatoriamente, portar a caderneta com seu histórico de vacinação.

Mortes de macacos

 

Vale destacar que os macacos não transmitem Febre Amarela. Ao contrário, eles prestam um importante auxílio de prevenção e controle à doença. Por, na maioria das vezes, adoecerem primeiro, os primatas dão às autoridades informações valiosas sobre a circulação do vírus. O registro de macacos mortos serve de alerta para que os órgãos de saúde pública iniciem campanhas de vacinação. É importante lembrar que atentar contra a vida de animas silvestres é crime ambiental, com pena de seis meses um ano de detenção, além de multa.

Deixe um comentário