Autoridades reunidas em Porto Real para reforçar parcerias na área da segurança

Para atuar de maneira integrada nas causas e consequências da violência de maneira integrada e eficiente, diversas autoridades públicas se reuniram nesta sexta-feira, na Prefeitura de Porto Real. O encontro contou com os prefeitos Ailton Marques e Bruno, de Quatis, o deputado federal Alexandre Serfiotis, o comandante do 37º BPM de Resende, Rogério Jackes da Silva, o inspetor-chefe da 100ª Delegacia de Porto Real, Wlamir Santos, o secretário municipal de Ordem Pública, Elias Vargas de Oliveira, o comandante da Guarda Municipal (GM) e superintendente de Ordem Pública de Resende, César Ricardo Laurindo, e representantes da Rádio do Sol, de Angra dos Reis, Aécio Ribeiro e da Associação do Bairro Roma II de Volta Redonda, Fabrício Mato.

Os recentes casos de violência na região foram debatidos e algumas providências foram compartilhadas entre os presentes. “Estamos propondo a adequação de leis municipais na Câmara com a finalidade de criar condições para a Prefeitura fiscalizar e controlar melhor o espaço urbano e terminando o projeto de instalação do monitoramento por câmeras, que será licitado nos próximos dias”, informou o anfitrião Ailton Marques.

O parlamentar Alexandre Serfiotis reforçou a importância do trabalho integrado na região Sul Fluminense, para que as ações de segurança sejam mais efetivas. “Nosso mandato está  inteiramente à disposição para colaborar com o combate à violência. No momento, estamos lutando por recursos extra orçamentários, oriundos do Governo Federal, para compra de equipamentos e capacitação das polícias”, contou o deputado, que reforçou a importância de investir em educação e na promoção de programas sociais para os jovens, como chave para solução de muitos problemas relacionados à falta de segurança.

O secretário municipal de Ordem Pública, Elias Vargas, agradeceu a parceria firmada com a 100ª Delegacia de Polícia Civil e a Polícia Militar, que tem permitido aumentar a ronda no município. “Instalamos uma torre para radiotransmissores que estão nas mãos dos agentes de segurança do município e hoje auxiliam na comunicação entre bombeiros, policiais e demais entidades relacionadas”. As autoridades policiais presentes reforçaram a importância do trabalho integrado com as autoridades públicas para dar suporte às ações de segurança e atuar nas causas sociais da violência.

Deixe um comentário