Cemae realiza Carnaval Especial com Bloco do Boi

A Secretaria de Educação de Barra Mansa, através do Cemae (Centro Municipal de Atendimento Educacional Especializado), realizou nesta quinta-feira, dia 8, mais uma edição do Carnaval Especial no Centro Feliz da Vida, no bairro Santa Rosa. O evento foi voltado para pessoas com deficiência atendidas pelo Cemae e Capsi (Centro de Atenção Psicossocial Infantil) e contou com a parceria da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer que cedeu o local. A festa foi animada pela bateria do Bloco do Boi, tradicional no município.

Estiveram presentes a coordenadora do Cemae, Sônia Coutinho; a secretária de Juventude, Esporte e Lazer, Rose Vilela;Dione Chiesse Drable, avó do prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drablealunos atendidos no Cemae e Capsi e seus respectivos pais e responsáveis, além de toda a equipe de profissionais das duas instituições.

O evento já faz parte do calendário municipal anual através de um projeto de lei da ex-vereadora Sônia Coutinho, que é a atual coordenadora do Cemae. “Eu me sinto muito feliz por há anos poder proporcionar aos alunos especiais uma festa como essa, provando a eles e aos outros que a pessoa com deficiência pode se divertir”, afirmou Sônia que agradeceu o apoio do prefeito Rodrigo Drable.

Segundo a coordenadora, tanto a música como a bateria são instrumentos de apoio no desenvolvimento escolar. “Dependendo do tipo de deficiência do aluno, ele não se interessa só pela música, mas quando a bateria vem e toca acaba chamando a atenção e integrando todos os presentes”, salientou Sônia Coutinho

A secretária de Juventude, Esporte e Lazer, Rose Vilela, destacou o papel fundamental desenvolvido pelo Centro de Atendimento Especializado. “O Cemae faz um trabalho magnífico e a secretaria de Esporte estará sempre disposta a ajudar e trabalharmos juntos”, declarou.

A turma do Bloco do Boi liderado pelo vereador Luiz Antônio Cardoso e que neste ano completa 72 anos de fundação animou os alunos com as tradicionais marchinhas e enredos de carnaval. Elis Regina é mãe de Marcos Vinicius, que é autista e um dos alunos do Cemae. Para ela, a festa de carnaval é um momento de confraternização entre os pais. “Eu acho muito importante essa festa, pois nos dá a oportunidade de estarmos todos juntos, pais e filhos numa mesma festa se divertindo”, afirmou. Marcos também aprovou a comemoração. “Eu gosto muito de pular carnaval”, contou o aluno.