Volta Redonda assume a primeira posição da ‘Cidades Empreendedoras’

Volta Redonda assumiu nesta quarta-feira, dia 7, novamente, o primeiro lugar no projeto ‘Cidades Empreendedoras’, desenvolvido pelo Sebrae-RJ. Em formato de um game, o programa é uma disputa entre os 11 municípios do estado do Rio de Janeiro que estão competindo em tempo real. A ideia da disputa é melhorar o ambiente empreendedor das cidades. Técnicos do Sebrae estiveram no município para atualizar o sistema gamificado, com novas informações do poder público, que levou Volta Redonda a saltar da 4ª para a 1ª colocação.

O programa é importante para impulsionar o empreendedorismo na cidade e, assim, gerar renda e emprego no município, conforme destacou o prefeito, Samuca Silva, durante a reunião com o Sebrae. “Esse sempre foi nosso objetivo. Estamos melhorando o ambiente de negócios, criando uma cultura de empreendedorismo. Nossas ações estão dando resultados, tanto que chegamos a primeira colocação do ‘Cidade Empreendedora’. Mais importante do que ser o primeiro lugar é deixarmos um legado para o município e isso é mérito de toda a equipe envolvida. Todos envolvidos estão de parabéns”, comentou o prefeito.

Felipe Diaz Bello, consultor em Políticas Públicas do Sebrae, destacou o Pregão na Praça como um dos pontos positivos da atual gestão ao incentivo aos micros empreendedores. “Há pregões eletrônicos e tomadas de preços voltados exclusivos aos micros empreendedores. Isso é um avanço importantíssimo. A transparência está sendo a tônica da atual gestão”, pontuou Diaz Bello.

Dos 74 itens apresentados, Volta Redonda já cumpriu 70. Com atualizações, Volta Redonda atingiu a primeira posição, em seguida, vem São Pedro de Aldeia e a terceira posição é ocupada por Niterói. Além dessas três cidades, estão na disputa Três Rios, Campos, Nova Iguaçu, Nova Friburgo, Duque de Caxias, Angra dos Reis, Itaperuna e Petrópolis. No final do ano, o Sebrae vai premiar as melhores cidades.

Além do Samuca e dos representantes do Sebrae, participaram da reunião os secretários Joselito Magalhães (Desenvolvimento Econômico e Turismo); Daniela Vasconcelos (Meio Ambiente); Norma Chaffin (Fazenda); Nelson Kruschewsky (Banco de Fomento); e Augusto César Nogueira (Procuradoria Geral), além de assessores especiais.