Hemonúcleo de Resende precisa de mais doações de sangue

Apostando na solidariedade que ajuda a salvar vidas, o Hemonúcleo de Resende está lançando uma campanha para conquistar novos doadores e aumentar o estoque de sangue. A média ideal para que a unidade funcione sem preocupações é de 15 doações por dia. Hoje, no entanto, o número diário é de apenas cinco, bem abaixo da meta estabelecida pela direção da unidade. A campanha visa aumentar o estoque de sangue que atende hospitais de Resende, Itatiaia, Porto Real e Quatis.

De acordo com a coordenadora do Hemonúcleo, a biomédica Maria Fernanda Aguiar, quem quiser entrar nesta corrente de solidariedade precisa ter entre 18 e 69 anos, pesar mais de 50kg e estar saudável. Segundo ela, o volume de sangue doado, cerca de 450 ml, é reposto pelo organismo em até 24 horas, sendo que as mulheres podem fazer doações a cada três meses, e os homens a cada dois meses. As maiores necessidades do Hemonúcleo são para os tipos sanguíneos O Positivo e O negativo.

– É importante frisar que todo o material utilizado na coleta é descartável e que o doador não corre nenhum risco, e que essa ação pode salvar várias vidas. No final deste mês, teremos o feriadão da Paixão de Cristo e é muito importante que o nosso estoque já esteja estabilizado, caso tenhamos que atender alguma emergência – explica Maria Fernanda.

Segundo ela, os voluntários que quiserem participar da campanha de doação devem se dirigir ao Hemonúcleo, que fica anexo ao Hospital Municipal de Emergência, no bairro Jardim Jalisco. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 8 às 11h e os doadores não devem estar em jejum. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3381.4834.

Ações que dão resultado

Em 2017, o Hemonúcleo de Resende montou um cronograma de campanhas de doação que ajudaram a ampliar em 12% o número de candidatos doadores com relação ao ano de 2016. Mesmo com a grande quantidade de feriados, o número saltou de 1.367 para 1.452 voluntários aptos para a coleta. O número de bolsas utilizadas em transfusões também cresceu, totalizando quase 200 a mais que em 2016.