Lazer no Calçadão promove entretenimento e diversão em Barra Mansa

O Calçadão Dama do Samba Paula de Jesus Francisco, no Centro de Barra Mansa, foi palco do projeto Lazer no Calçadão neste domingo, dia 25. Idealizado pelas secretarias de Ordem Pública, Juventude, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Meio Ambiente e Fundação Cultura, o espaço se tornou um ponto de encontro de todas as famílias e amigos. Os participantes puderam conferir diversas programações de entretenimento e diversão como brinquedos para crianças, Trenzinho da Alegria, praça de alimentação, feira de artesanato e o 1º Pedal pelas Águas, promovido pelo Comitê do Médio Paraíba do Sul. O evento contou com o apoio da Guarda Municipal e das secretarias de Educação e de Saúde. Segundo a GM, mais de três mil pessoas passaram pelo evento ao longo do dia.

O prefeito de Barra Mansa Rodrigo Drable participou do passeio ciclístico e destacou a importância do Lazer no Calçadão para o município. “Barra Mansa é uma cidade carente de locais de lazer para toda a família. Nosso compromisso é proporcionar à população locais seguros e tranquilos para o convívio social e o Calçadão Dama do Samba é um desses lugares”.

O secretário de Ordem Pública, Luiz Furlani, ressaltou que o projeto consiste no fechamento da Avenida Presidente Getúlio Vargas, na parte atrás da Câmara Municipal, aos domingos e feriados. “O Calçadão é hoje um dos pontos mais bonitos da cidade com vista para dois patrimônios, a Ponte dos Arcos e o Rio Paraíba do Sul. Ocupar esse local com atividades de entretenimento e lazer para as famílias é um de nossos desejos”, afirmou.

A música também foi um dos pontos altos do evento. A Banda Sinfônica do projeto Música nas Escolas se apresentou com seu repertório clássico e atual regida pelo maestro Isac Francis. A revelação do forró regional, o cantor Elismárcio, também embalou a galera. Para finalizar, uma Roda de Samba coordenada pelo grupo ArtSamba que colocou todo mundo para dançar fazendo jus ao nome do Calçadão e à Dama do Samba Paula de Jesus Francisco.

Cerca de seis ambulantes licenciados pela prefeitura também ofertaram suas opções de gastronomia que iam de churrasquinho, crepes e bolos. O gerente de Fiscalização de Posturas, Aliandre Martins, reafirmou que em todos os domingos e feriados o local estará fechado para o trânsito e aberto aos pedestres. “Nossa intenção é realizar um evento de grande proporção pelo menos uma vez no mês. O próximo será no dia 15 de abril”, contou.

A manicure Tuane Moreira, moradora da Vila Principal levou os filhos para brincar na cama elástica. “Gostei muito, achei interessante porque é uma alternativa de lazer para toda a família”. O aposentado Wellington Fernandes foi com a esposa, a artesã Claudia Aparecida, e os dois filhos. “Barra Mansa precisa que eventos como esse aconteçam cada vez mais. Afinal, é um ponto de encontro entre os amigos e um espaço especial para passar os domingos”.

1º Pedal pelas Águas

Para comemorar o Dia Mundial da Água, celebrado no dia de 22 março, também foi realizado durante o Lazer no Calçadão o 1º Pedal pelas Águas. O passeio ciclístico é promovido pelo Comitê do Médio Paraíba do Sul e a prefeitura local, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com apoio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer e de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação. Em Barra Mansa, o pedal reuniu cerca de 150 participantes, entre amadores e profissionais.

O passeio teve um percurso de sete quilômetros saindo da Avenida Presidente Getúlio Vargas em direção as seguintes vias: Mamede Fróes de Andrade, Juiz Antônio Ciani, Benedita Helena de Lima, Ponte dos Arcos, Abdo Filipe, Ponte Nilo Peçanha, Pinto Ribeiro, Duque de Caxias, José Marcelino de Camargo, Joaquim Leite, Francisco Vilela, Ary Fonteneli, Sérgio Braga e Fazenda da Posse. Em seguida, o passeio foi retomado pela Avenida Argemiro de Paula Coutinho até o Calçadão do Samba. Paralelo ao passeio ciclístico foi realizada a doação de 30 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica para os participantes do Lazer no Calçadão.

O secretário de Meio Ambiente, Roberto Beleza, salientou a participação das pessoas e definiu como positivo o resultado do passeio aliado ao Lazer no Calçadão. “Pessoas de diversas idades participaram, desde crianças até idosos e isso é muito bom, principalmente pelo tema de conscientização de preservação do Rio Paraíba do Sul. Nesse quesito, o Lazer no Calçadão cumpre seu papel de olhar para o Rio. A ideia é estar de frente para o Rio Paraíba do Sul e despertar na população esse desejo de cuidado para o nosso maior patrimônio: a água”, concluiu.

O gerente de Juventude da secretaria de Esporte e Lazer, Marco Cambraia, também destacou a união entre os dois temas: esporte e meio ambiente. “Do ponto de vista do meio ambiente, o pedal é muito importante por ajudar a conscientizar a população sobre a preservação das fontes de água limpa, além da bicicleta ser um meio de transporte sustentável, não poluente e acessível a todos. Do lado do esporte, o evento dissemina a prática ciclística e incentiva todos, independentemente da idade”, salientou. Ele acrescentou que o intuito é realizar mais pedais durante o ano com outros temas.

Quem participou e aprovou o 1º Pedal pelas Águas foram as irmãs gêmeas, Lucia e Laura Geraidine, de 59 anos. As duas já praticam o ciclismo no grupo de mulheres chamado “Penélopes de Barra Mansa”. “Foi muito bom essa interação entre as pessoas, sem contar o tema que é de extrema importância para a sociedade que ainda joga lixo nas ruas e no Rio Paraíba do Sul. Atividades como essas ajudam a preservar o meio ambiente”, disse Lucia. O empresário Simão de Almeida entrou para o ciclismo há um mês e também participou do Pedal pelas Águas. “É muito válido essa interação entre questões tão importantes para a saúde, como o esporte e o meio ambiente”, declarou.

Artesãs de Barra Mansa participam de feira no Rio de Janeiro

Cerca de 35 artesãs montaram a Feira de Artesanato no Lazer no Calçadão. Mesmo tendo viajado no sábado, dia 24, para acompanhar a feira Rio Artes Manuais, no Centro de Convenções Sulamérica, no Rio de Janeiro, as empreendedoras não desanimaram e fizeram questão de apoiar. A artesã Gil Torres conta que já trabalha com artesanato há dois anos. Segundo ela, o Lazer no Calçadão é uma ótima de opção para exibição do seu trabalho. “Nós precisamos é disso mesmo, estão de parabéns pela iniciativa. Além do Calçadão ter ficado muito bonito, é uma forma de ocupar e trazer a população para passar o dia, visitar a feira, ter um momento de descanso”.

A gerente de Turismo da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Bella Santos, explicou que 80 artesãs de Barra Mansa visitaram a feira no Rio de Janeiro, onde puderam participar de oficinas, cursos rápidos e trocar experiências com profissionais da área. “Todas voltaram maravilhadas com a oportunidade. Fomos muito bem recebidas pela direção da feira que parabenizou o prefeito Rodrigo Drable pela iniciativa em apoiar o artesanato barra-mansense. Percebemos que vale a pena todo o esforço dedicado ao fomento da atividade artesã no município”. Bella afirmou que a visita técnica à feira estadual sobre o artesanato propiciou que as artesãs fizessem contato com grandes nomes como a Vitória Quintal, artesã e apresentadora de televisão.

Para a artesã Rosimere de Paula que trabalha com bolsas e toalhas, a feira de artesanato no Lazer no Calçadão poderia ser montada todos os domingos, criando assim uma rotina e chamando a atenção dos moradores. Sobre a participação na feira Rio Artes Manuais, ela é enfática ao dizer. “Estou maravilhada com tudo o que vi durante a feira. Foi uma experiência incrível que nos proporcionou mais aprendizado com variedades de cursos e oficinas. A viagem foi muito bem organizada pela secretaria que nos apoiou e incentivou para que participássemos”. A dona Eva Lúcia Alves é artesã há 13 anos e também aprovou a visita à feira. “Tudo que é artesanato me chama muito a atenção porque é uma oportunidade de ter novas ideais, vê o que está na moda, o que podemos acrescentar no nosso trabalho para vender cada vez mais”.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Agnaldo Raymundo, salientou a importância de atividades como essas para a economia do município. “É de grande valia que as artesãs participem de eventos como esses, já que são uma vitrine para novos clientes e a oportunidade de conhecer mais sobre o mercado do artesanato não só na região, como no Estado e no Brasil”, contou.