Prefeitura alerta para o surto viral de conjuntivite em Itatiaia

Diante do crescente registro de conjuntivite em Itatiaia, a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Saúde alerta a população para um surto no município e sobre os cuidados para evitar o  contágio.

De acordo com os dados da Vigilância Epidemiológica, de janeiro a março foram notificados 428 casos, sendo 299  somente esse mês. O que está sendo considerado um surto.

Conforme explica o oftalmologista da Rede Municipal de Saúde, Dr. Júlio Escobar, diante dos crescentes números de casos  é necessário que alguns cuidados sejam redobrados.

 – Em vista desse surto de conjuntivite que estamos passando na região inteira, que é uma conjuntivite viral, que tem alto grau de transmissão é muito importante que algumas medidas de prevenção sejam tomadas. É fundamental primeiramente que a pessoa com conjuntivite evite ambientes de aglomeração. É preciso ainda que seja afastada do trabalho, pelo menos 5 dias, que é o tempo que consideramos seguro. Outra orientação é evitar coçar os olhos e se precisar enxugar lágrimas, que seja com lenço de papel –  disse.

Os cuidados com a higiene também são fundamentais, conta o oftalmologista.

 – Indicamos fazer a higiene dos olhos com um sono fisiológico gelado e de preferência em flaconete, que é um frasco mais higiênico, que tira a secreção e dá mais alívio. A conjuntivite viral é o caso da nossa região e tem cura de forma mais rápida, nesse caso é importante evitar mesmo qualquer tipo de aglomeração e lavar sempre as mãos, frisou.

Sobre compartilhar acessórios, itens de higiene e cosméticos o oftalmologista orienta que seja evitado.

Óculos, cosméticos e colírios é importante que as pessoas evitem compartilhar, principalmente colírio, e em caso de residências que tenham mais de uma pessoa com conjuntivite. E o principal, ao surgir sintomas procurar um serviço de saúde, finalizou.

A Conjuntivite é a inflamação da conjuntiva, membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Em geral, ataca os dois olhos, podem durar de uma semana a 15 dias e não costuma deixar sequelas. Ela pode ser aguda ou crônica, afetar um dos olhos ou os dois.