Volta Redonda recebe selo de certificação pelas ações de prevenção e enfrentamento a violência contra a mulher

Volta Redonda recebeu na manhã desta quarta-feira, dia 04, na sede do Conselho Estadual dos Direitos das Mulheres do Rio de Janeiro (Cedim) um selo de certificação pelas ações de prevenção e enfrentamento a violência contra a mulher. Além de Volta Redonda os municípios de Nilópolis e Queimados também receberam o selo que tem como finalidade o reconhecimento de práticas de qualidade no combate a violência contra a mulher.

A secretária de Políticas para Mulheres, Idosos e Direitos Humanos (SMIDH), Dayse Penna, representou o prefeito Samuca Silva na cerimonia, que teve também como objetivo incentivar, ainda mais, as ações já desenvolvidas nos municípios. Segundo Dayse, o selo deu mais estimulo ao trabalho de empoderamento da mulher.

‘Esse é apenas um sinal de que estamos seguindo o caminho certo para tornar a mulher da cidade de Volta Redonda empoderada. O projeto Movimento Mulher foi reconhecido como empreendedor no desenvolvimento humano e principalmente no que se refere a inclusão da mulher no mercado de trabalho. Esse é resultado da dedicação de uma equipe. O selo vem coroar o trabalho já realizado”, disse.

A cidade propôs a intermunicipalização da Casa Abrigo, ajudando as mulheres não apenas da cidade como também da região. Outro projeto que ganhou destaque foi o Desconstruindo o Machismo realizado pela SMIDH. Para o prefeito Samuca Silva, receber o selo mostra o comprometimento da gestão em políticas públicas voltadas para as mulheres.

“Fiquei muito feliz em receber esse selo, pois comprova que estamos nos esforçando em políticas de prevenção. Os dados de violência contra a mulher são chocantes, precisamos tratar esse assunto de forma clara e objetiva, para atender mais mulheres que sofreram e ainda sofrem com a violência. Existe um grande comprometimento da nossa gestão em ampliar esse serviço”, contou.

De acordo com a secretária os atendimentos triplicaram na SMIDH. “A violência contra mulher ainda é um grande problema e nossa secretaria trabalha para dar assistência a essa vitima. Receber o selo mostra que a cidade esta realmente comprometida para mudar essa triste realidade. Os dados da secretariam comprovam que os atendimentos aumentaram muito graças aos projetos desenvolvidos”, disse.